Menu
2020-05-14T11:42:30-03:00
Estadão Conteúdo
AGENDA DO PRESIDENTE

Bolsonaro se reúne com presidente da Fiesp e Guedes nesta quinta-feira

14 de maio de 2020
11:42
06/05/2019 Reunia?o com o Ministro da Economia, Paulo Guedes
Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro recebe nesta quinta-feira, 14, no Palácio do Planalto, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. Também participarão da reunião, além de empresários por videoconferência, os ministros Paulo Guedes, da Economia, Braga Netto, da Casa Civil, e Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral.

Na semana passada, Bolsonaro recebeu representantes de associações nacionais da indústria, mas o encontro não incluiu a Fiesp. Na ocasião, o presidente atravessou a pé, junto com empresários, a Esplanada dos Ministérios rumo ao Supremo Tribunal Federal para pedir o fim de medidas de restritivas que têm impactado o setor produtivo.

No local, Bolsonaro disse que a "indústria está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)". Como mostrado pelo jornal O Estado de S. Paulo, o presidente já contemplou na lista de atividades essenciais 7 dos 15 setores representados pelos empresários com quem se encontrou.

O ministro Guedes também participa de outra agenda com o presidente nesta quinta-feira. A reunião inclui Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O encontro ocorre no momento em que a segunda parcela do auxílio emergencial ainda não tem previsão de pagamento e após falhas no pagamentos da primeira, além de irregularidades no programa terem sido denunciadas. Nesta semana, o jornal O Estado de S. Paulo e o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) revelou que mais de 70 mil militares receberam o auxílio financeiro.

Segundo o governo, 73,2 mil militares ativos, inativos, de carreira, temporários, pensionistas, dependentes e anistiados receberam o auxílio, destinado a trabalhadores informais afetados economicamente pela pandemia do novo coronavírus. O governo que cada caso está sendo investigado.

Além disso, hoje Bolsonaro também tem reuniões individuais previstas com o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o advogado, Frederick Wassef.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies