Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-14T11:42:30-03:00
Estadão Conteúdo
AGENDA DO PRESIDENTE

Bolsonaro se reúne com presidente da Fiesp e Guedes nesta quinta-feira

14 de maio de 2020
11:42
06/05/2019 Reunia?o com o Ministro da Economia, Paulo Guedes
Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro recebe nesta quinta-feira, 14, no Palácio do Planalto, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. Também participarão da reunião, além de empresários por videoconferência, os ministros Paulo Guedes, da Economia, Braga Netto, da Casa Civil, e Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral.

Na semana passada, Bolsonaro recebeu representantes de associações nacionais da indústria, mas o encontro não incluiu a Fiesp. Na ocasião, o presidente atravessou a pé, junto com empresários, a Esplanada dos Ministérios rumo ao Supremo Tribunal Federal para pedir o fim de medidas de restritivas que têm impactado o setor produtivo.

No local, Bolsonaro disse que a "indústria está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)". Como mostrado pelo jornal O Estado de S. Paulo, o presidente já contemplou na lista de atividades essenciais 7 dos 15 setores representados pelos empresários com quem se encontrou.

O ministro Guedes também participa de outra agenda com o presidente nesta quinta-feira. A reunião inclui Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O encontro ocorre no momento em que a segunda parcela do auxílio emergencial ainda não tem previsão de pagamento e após falhas no pagamentos da primeira, além de irregularidades no programa terem sido denunciadas. Nesta semana, o jornal O Estado de S. Paulo e o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) revelou que mais de 70 mil militares receberam o auxílio financeiro.

Segundo o governo, 73,2 mil militares ativos, inativos, de carreira, temporários, pensionistas, dependentes e anistiados receberam o auxílio, destinado a trabalhadores informais afetados economicamente pela pandemia do novo coronavírus. O governo que cada caso está sendo investigado.

Além disso, hoje Bolsonaro também tem reuniões individuais previstas com o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o advogado, Frederick Wassef.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

COMPRA PROGRAMADA

‘Vale Gás’: Ultragaz cria cartão que permite ‘congelar’ o preço e parcelar a compra do gás de cozinha

O GLP é um dos derivados de petróleo afetado pela alta do dólar frente ao real e pela valorização da commodity no mercado internacional

SALTO COM FINANÇAS

Itaú (ITUB4) escala 53 posições em ranking e se torna único brasileiro entre 500 marcas globais mais valiosas; veja lista completa

Além de figurar entre as marcas mais valiosas, o Itaú conquistou uma posição na lista dos 250 principais CEOs ou “guardiões de marca”

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Volatilidade a mil com decisão de juros do Fed, reabertura do fundo da Dynamo e nova aquisição da Petz: veja o que mexeu com o mercado hoje

O bom humor nos mercados era tanto nesta quarta-feira (26) que nem parecia dia de decisão de juros pelo Federal Reserve, o banco central americano. As bolsas americanas e europeias operavam em alta, ainda em clima de recuperação das perdas do início da semana, e o Ibovespa subia mais de 1,5%, ainda puxado pela entrada […]

Por que choras, Elon Musk?

Tesla (TSLA34) entrega balanço de gala, mas escassez de insumos produtivos azeda noite da montadora de Elon Musk e ações despencam em NY

O resultado da montadora veio recheado de recordes no quarto trimestre, mas os investidores concentraram-se em outra linha do balanço

Fechamento Hoje

NY desanda após fala de Powell, mas Ibovespa ainda consegue fechar em alta de quase 1%; dólar sobe na reta final

Decisão de juros do Federal Reserve até que agradou os mercados, mas discurso duro do presidente da instituição virou o humor dos mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies