Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-19T12:08:40-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Facilitação do comércio

Bolsonaro cita pacote de acordos comerciais e anticorrupção com os EUA

Presidente afirma que o Brasil vai continuar sua ‘ambiciosa agenda de reformas’, após a aprovação da reforma da previdência

19 de outubro de 2020
12:07 - atualizado às 12:08
Bolsonaro stf
(Brasília - DF, 15/06/2020) Presidente Jair Bolsonaro durante entrevista para o jornalista Marcello D'Angelo da BandNews TV. Foto: Isac Nóbrega/PR -

O presidente Jair Bolsonaro disse que um acordo triplo privado com os Estados Unidos há muito pedido pelo setor foi fechado "alguns dias atrás". A declaração foi dada em discurso gravado para o evento US-Brazil Connect Summit, organizado pela Câmara de Comércio dos Estados Unidos. Os três acordos citados são de facilitação do comércio, de melhores práticas regulatórias e anticorrupção.

No discurso, Bolsonaro disse que sua relação com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elevou a relação entre os dois países ao melhor momento da história. O presidente ainda destacou o papel dos investimentos americanos no Brasil e citou a oportunidade do Programa de Parceira de Investimentos (PPI) para aportes dos Estados Unidos.

O presidente também disse no discurso gravado que o Brasil vai continuar sua "ambiciosa agenda de reformas", após a aprovação da reforma da previdência. Bolsonaro citou que o próximo passo é a reforma administrativa, em paralelo com a reforma tributária, que, segundo ele, trará um sistema mais racional para investidores nacionais e internacionais.

Bolsonaro também falou que o governo brasileiro está dando atenção especial para a promoção do comércio exterior. Ele citou ainda a iniciativa da abertura do mercado de gás. O presidente ainda disse que os biocombustíveis fazem parte da matriz energética do País, que é uma das mais limpas do mundo.

"Há muito trabalho conjunto com EUA em energia limpa". De maneira geral, Bolsonaro ainda afirmou que há muito espaço para Brasil e EUA avançarem em agenda em comum. "Para futuro, queremos uma abrangente acordo comercial com os EUA."

Entrada na OCDE

Bolsonaro também afirmou que o Brasil está se esforçando de maneira política e técnica para acessar a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O presidente lembrou que conta com o apoio dos Estados Unidos para o acesso do Brasil à OCDE.

"É mais uma evidência do compromisso e da responsabilidade da importância do nosso país para o sistema internacional", disse durante participação no evento.

*Informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que quer ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa em queda livre e outros destaques desta sexta

Com a queda de 2,07% desta sexta-feira, aos 111.439 pontos, o Ibovespa emplacou o seu quarto pregão seguido de baixa e, agora, acumula um retorno negativo de mais de 6% em 2021. É um desempenho decepcionante para um índice que começou o ano renovando máximas e atingiu o seu nível recorde há apenas três meses; […]

Rumo ao topo

Após compra da Extrafarma, veja as armas da Pague Menos (PGMN3) na luta pela liderança do varejo farmacêutico

Além dos planos de inaugurar 200 lojas entre 2020 e 2021, a empresa quer aumentar a sua fatia nas vendas online e por telefone

FECHAMENTO DA SEMANA

Desaceleração chinesa preocupa, alta do IOF desagrada e o Ibovespa acumula queda de 2,5% na semana; dólar avança

Decisão de aumentar o IOF de forma temporária não agradou o mercado e o Ibovespa voltou a operar em queda firme

Mercado desaprovou

Allied Tecnologia (ALLD3) desaba mais de 10% após revelar que estuda oferta restrita de ações

Vale lembrar que a empresa estreou na B3 em abril deste ano, após um IPO que movimentou cerca de R$ 190 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies