Menu
2020-11-03T10:48:11-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Telecomunicações

Telefônica vende sua empresa de cybersegurança por R$ 116 milhões

Participação foi vendida para controlada indireta da Telefónica S.A., controladora da Telefônica Brasil

3 de novembro de 2020
10:48
Sede da Telefônica
Sede da Telefônica - Imagem: Divulgação

A Telefônica Brasil, dona da operadora Vivo, informou, nesta terça-feira (03) que seu Conselho de Administração aprovou a venda da sua participação na CyberCo Brasil, empresa de cybersegurança, à TTech, controlada indireta da Telefónica S.A., controladora da própria Telefônica Brasil.

O valor da transação ficou acertado em R$ 116.411.026,03. Também foram transferidos ativos contratos e empregados relacionados à atividade de cybersegurança pela Telefônica Brasil à CyberCo Brasil.

Segundo fato relevante divulgado pela Telefônica, a operação lhe permitirá se fortalecer no mercado de cybersegurança por meio da ampliação de seu portfólio de produtos e serviços. Além disso, a companhia irá se beneficiar "de maior competitividade em função da escala global do parceiro dedicado a tais atividades", diz o documento, referindo-se à Telefónica S.A..

A Telefônica informa, ainda, que esta operação não está sujeita à obtenção de quaisquer autorizações regulatórias ou de aprovações adicionais àquelas já obtidas por órgãos da companhia, e não altera a sua estrutura acionária, nem dilui seus acionistas, "gerando valor a estes através de aceleração do seu crescimento e aumento da eficiência operacional".

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

RADIO CASH

‘O Banco Central não parece estar comprometido em atingir a meta de inflação’, diz Rogério Xavier, fundador da SPX Capital

Em entrevista ao podcast RadioCash, Rogério Xavier critica o ajuste parcial da Selic e comenta a estratégia por trás dos resultados expressivos que fundos da SPX obtiveram no primeiro trimestre do ano, confira:

destravando valor

Pão de Açúcar lidera altas do Ibovespa com mercado vendo ganhos em venda de participação em e-commerce

Casino, controlador da empresa, estuda fazer oferta de ações de unidade de e-commerce, em que Pão de Açúcar detém participação de 34,17%

Mercados hoje

Ibovespa é pressionado pelo cenário político-fiscal e opera em queda; dólar sobe

Com o cenário político-fiscal pesado, o mercado brasileiro acaba sucumbindo às pressões. No exterior, inflação dos Estados Unidos é destaque

Exile on Wall Street

Meu professor polvo

Desenvolvi um hábito peculiar. Quando preciso ter algum papo difícil com alguém ou há entre mim e alguma pessoa querida algum entrevero, mínima rusga que seja, envio um vinho português chamado “Conversa” e convido para o diálogo. É um gesto carinhoso, de afeto. Mas — confesso — é também um pouco egoísta e parte de […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies