Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-31T12:08:25-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Separação

Itaú marca data da assembleia que vai definir “divórcio” da XP

Assembleia marcada para 31 de janeiro de 2021 vai discutir a proposta de separação da participação de 40,52% que o Itaú detém na XP em uma nova empresa

31 de dezembro de 2020
11:57 - atualizado às 12:08
itau xp jedi
Imagem: Montagem Andrei Morais

O Itaú Unibanco marcou a data da assembleia de acionistas que vai decidir sobre o processo de separação da participação detida na XP Investimentos: 31 de janeiro de 2021. O banco pretende separar a participação de 40,52% que detém na corretora em uma nova empresa, batizada de Newco.

Com a operação, cada acionista do Itaú receberá a mesma quantidade de ações da nova companhia — que também será negociada na B3 — e decidir individualmente se pretende manter ou não participação na XP.

Leia também:

O Itaú anunciou que estudava o "divórcio" da sociedade com a corretora no início de novembro. O processo envolveu a venda de uma participação de 5% em uma oferta realizada no começo de dezembro e que rendeu quase US$ 1 bilhão ao banco.

O Itaú comprou uma participação de 49,9% no capital da XP em 2017, por R$ 6,3 bilhões. O acordo original previa a opção de o banco assumir o controle acionário da corretora. Mas o BC acabou vetando essa possibilidade como condição para aprovar o negócio.

De todo modo, o bancão não tem do que reclamar do investimento, já que a XP hoje é avaliada em US$ 22 bilhões (R$ 116 bilhões, no câmbio atual).

A separação agora também depende do aval tanto do Banco Central como das autoridades regulatórias dos Estados Unidos e Reino Unido.

O modelo final da "separação de bens" ainda pode mudar. Isso porque a XP quer aproveitar a operação para fazer uma proposta pelas ações com "supervoto" que hoje estão nas mãos do Itaú.

Listada na Nasdaq, a XP possui dois tipos de ações. Os papéis classe A, que são os negociados na bolsa norte-americana, dão direito a um voto cada, enquanto que os da classe B, que pertencem aos controladores, têm dez votos cada.

Essa estrutura acionária permite que os sócios da XP continuem comandando a companhia mesmo sem ter a maioria do capital da empresa.

A XP informou que estuda propor uma fusão com a Newco, a empresa que receberá a participação que o Itaú possui na corretora. Em troca, oferece aos acionistas da Newco ações classe A da corretora. Desta forma, passariam a deter uma participação direta na XP.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mercados Hoje

Mesmo com exterior sem direção e Nova York mais fraco, Ibovespa busca recuperação e avança hoje; dólar cai

Mesmo com o PIB vindo abaixo do esperado, os investidores buscam recuperar as perdas dos últimos dias

fundos imobiliários

Investimento em FIIS: O que devo saber para escolher os melhores?

Analista dá 5 dicas valiosas para os investidores se darem bem com fundos imobiliários

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em alta, mesmo com PIB do 3º tri mais fraco, puxado por Nova York e dólar avança para R$ 5,70

O resultado do PIB do terceiro trimestre veio abaixo do esperado, mas dentro do intervalo das projeções

Negócio fechado

Empiricus conclui processo de venda das empresas do grupo para o Banco BTG Pactual

O processo marca o início de uma nova fase na trajetória da Empiricus no mercado financeiro, segundo o CEO do grupo, Caio Mesquita

O melhor do Seu Dinheiro

O melhor do Seu Dinheiro: O leão da maldade contra o poupador guerreiro

Em um país habituado a ver o surgimento de reformas tributárias que só aumentam a fatura para a média da população, o PGBL surge como uma das melhores armas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies