Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-12T18:57:52-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Comprados x Vendidos

Dono de 11% do IRB, Itaú diz estar confortável com balanços da empresa

As ações da resseguradora registram forte queda desde o começo do mês após a publicação de uma carta da gestora carioca Squadra, que possui uma grande posição vendida na empresa

12 de fevereiro de 2020
16:25 - atualizado às 18:57
Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco
Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco - Imagem: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

Na disputa entre investidores comprados e vendidos na resseguradora IRB Brasil, ontem foi a vez do Itaú Unibanco, dono de 11% do capital da empresa, fazer uma defesa da companhia.

Em teleconferência ontem com analistas, o presidente do Itaú, Candido Bracher, afirmou não ter “nenhum desconforto” com as demonstrações contábeis do IRB.

As ações da resseguradora registram forte queda desde o começo do mês após a publicação de uma carta da gestora carioca Squadra, que possui uma grande posição vendida na empresa.

Leia também:

No documento, a Squadra defende que os resultados do IRB foram impulsionados por eventos que não vão mais se repetir no futuro – ou seja, não são sustentáveis.

Nos cálculos da gestora, esses itens foram responsáveis por turbinar em R$ 1,5 bilhão o resultado da companhia nos nove primeiros meses de 2019.

O presidente do Itaú não comentou especificamente os pontos levantados pela gestora, mas disse que tanto a participação no IRB como na XP Investimentos são estratégicas de longo prazo para o banco.

“Ambas cobrem áreas de negócios onde queremos expandir nossa presença”, disse Bracher, que disse ver a área de seguros como sub-representado no banco.

Em seguida, o presidente do Itaú passou a palavra a Alexsandro Broedel, diretor de finanças e relações com investidores do banco e membro do conselho de administração do IRB, que reiterou não haver nenhuma observação ou indício de irregularidade nos balanços da companhia.

A fala dos executivos do Itaú ajudou a reduzir um pouco da pressão sobre as ações do IRB, que subiram 5% ontem. Desde a publicação da carta da Squadra, porém, os papéis acumulam uma perda de quase 25% – considerando a queda de 2,74% hoje. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

Todas as atenções dos investidores agora estarão voltadas para a divulgação do próximo resultado do IRB, programada para sair no dia 18, após o fechamento dos mercados.

Em teleconferência realizada anteontem, os executivos da companhia prometeram detalhar todos os números que resultaram na controvérsia levantada pela Squadra.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Pepitas da Bolsa

Após subir 410% em 5 anos, ação da Eneva (ENEV3) é a favorita para se valorizar com a crise hídrica; entenda

Em tempos de crise, captar as ações que podem ganhar com o cenário é algo necessário para o investidor – e a Eneva, na visão do analista Ruy Hungria, é uma dessas ações

destaques da bolsa

Ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) reduzem ritmo após reajuste no diesel e novas ameaças de interferência da estatal

Essa não é a primeira vez que o general Silva e Luna, presidente da Petrobras ,é questionado sobre a política de preços da estatal desde sua nomeação

Exile on Wall Street

A nova ordem climática e suas oportunidades aos investidores; entenda

Enquanto o juro longo continua subindo globalmente e os investidores (ou investidoras) correm para ativos de menor risco, empresários, investidores e políticos do mundo inteiro se preparam para a COP26. COP26 é o acrônimo para a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que será sediada em Glasgow, na Escócia, e tratará sobre os […]

RadioCash

Reconhecido na medicina diagnóstica, Grupo Fleury agora quer mais integração das áreas da saúde; a CEO, Jeane Tsutsui, revela os planos

Em entrevista ao podcast RadioCash, a executiva falou sobre a digitalização da saúde, a plataforma Saúde iD e os impactos pós-pandemia

PERTO DE ACABAR

33 dos 39 mineiros presos em mina da Vale no Canadá já foram resgatados

Expectativa é de que as operações de resgate sejam concluídas nas próximas horas; mineiros resgatados passam bem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies