Menu
2020-01-08T13:14:45-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
acidente

Boeing 737 cai no Irã e deixa ao menos 170 mortos; ações recuam

Primeiras informações indicam problemas mecânicos como causas do acidente. O avião caiu pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional Imam Khomeini, em Teerã

8 de janeiro de 2020
6:40 - atualizado às 13:14
shutterstock_1554653276
Boeing 737 da Ukrainian international airlines (UIA). Setembro de 2019 - Imagem: Shutterstock

Um Boeing 737 da Ucrânia caiu na madrugada desta quarta-feira (8) perto de um aeroporto em Teerã, a capital do Irã. Havia pelo menos 170 pessoas a bordo - não há sobreviventes.

As ações da Boeing negociadas em Nova York recuam. Por volta das 13h10, (horário de Brasília), as perdas eram da ordem de 1,32% - sendo negociadas a US$ 332,86, em um dia tenso para os mercados, marcado pelo acirramento do conflito entre EUA e Irã.

As primeiras informações indicam problemas mecânicos como causas do acidente. O avião caiu pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional Imam Khomeini, em Teerã. O destino era a capital ucraniana Kiev.

O governo ucraniano já anunciou a criação de um grupo para investigar o acidente. “O avião caiu cinco minutos depois de decolar, disse o porta-voz da aviação civil Reza Jafarzadeh.

“O piloto não teve qualquer contato com a torre de controle e não anunciou qualquer situação de emergência antes do acidente”, acrescentou.

De acordo com Pir Hossein Kulivand, responsável pelos serviços de emergência do país, praticamente todos os ocupantes eram iranianos. Trinta e duas pessoas seriam de outras nacionalidades.

O aparelho da Ukraine International Airlines caiu em área agrícola, a sudoeste de Teerã, onde foi mobilizada uma equipe de investigação.

Um vídeo do acidente circulou na agência de notícias Isna. Mostrava um avião em chamas ainda no ar.

*Com RTP (Emissora pública de televisão de Portugal) e Agência Brasil

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 1,2 mil novas mortes e 60 mil novos casos

Até o momento, 2.356.640 pessoas se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

A questão de Bolsonaro: ser ou não ser liberal

Ser ou não ser liberal. Eis a questão de Jair Bolsonaro. O presidente foi eleito com uma pauta de defesa das reformas, redução do tamanho do Estado e equilíbrio das contas públicas. O fiador desse discurso foi Paulo Guedes, que assumiu o comando da economia. O receituário foi seguido no primeiro ano de mandato, com […]

de olho nos números

Suzano, JBS, B3, Cyrela, Lojas Americanas, B2W, Hering: os balanços que vão mexer com o mercado nesta sexta

Balanços do segundo trimestre devem guiar os negócios no Ibovespa no último pregão da semana

Balanço

B3 tem lucro 28,9% maior no 2º trimestre e aumenta investimento para dar conta do volume da bolsa

A dona da bolsa brasileira registrou lucro líquido recorrente de R$ 1,012 bilhão e pretende investir até R$ 425 milhões em sistemas e novos produtos para o mercado

confiança com capitalização

Para presidente da Eletrobras, saída de Mattar não prejudica privatização

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, disse nesta quinta-feira, 13, que a saída do secretário especial de Desestatização, Salim Mattar, não irá prejudicar a capitalização da empresa prevista para o ano que vem, e que confia que após debates com o Congresso Nacional, o processo seja aprovado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements