Menu
2020-02-20T21:00:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na ponta do lápis

Vale, SulAmérica, Carrefour e B2W: os balanços que movimentam o mercado no pré-Carnaval

Na maratona de balanços anuais de 2019, novos peso-pesados do mercado anunciaram seus números

20 de fevereiro de 2020
20:06 - atualizado às 21:00
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

O clima na bolsa nesta sexta-feira (21) pode até ser de pré-carnaval, mas o que não falta é combustível para agitar as negociações do pregão.

Na maratona de balanços anuais de 2019, mais alguns peso-pesados do Ibovespa anunciaram seus números. Entre eles estão Vale, Carrefour e SulAmérica.

Confira os principais números de cada empresa:

Vale

A gigante de mineração reverteu lucro em 2018 e levou um prejuízo de US$ 1,683 bilhão. A receita líquida anual foi de US$ 37,6 bilhões em 2019, alta de 2,7%. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Vale ficou em US$ 10,6 bilhões, queda de 36,2%. As provisões da empresa para reparar os danos causados pelo desastre de Brumadinho ficaram em US$ 7,4 bilhões. A cobertura completa do balanço você confere nesta matéria o Victor Aguiar.

  • Prejuízo líquido (2019): US$ 1,683 bilhão
  • Ebitda (2019): US$ 10,6 bilhões (↓36,2%)
  • Receita líquida (2019): R$ 37,6 bilhões (↑2,7%)

SulAmérica

A companhia de planos de saúde registrou lucro líquido de R$ 1,181 bilhão em 2019, uma alta de 30,5% na comparação com o ano anterior. A receita líquida, por sua vez, subiu 9,5% e alcançou R$ 21,725 bilhões no ano passado.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,181 bilhão (↑30,5%)
  • Receita líquida (2019): R$ 21,725 bilhões (↑9,55%)

Carrefour

O grupo de varejo apresentou um lucro líquido ao controlador de R$ 1,013 bilhão em 2019. O número representa uma queda de quase 39% na comparação anual. Em termos de receita, a empresa fechou o ano em R$ 60,064 bilhões, alta de 10,68%. Mais informações você confere nesta matéria.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,013 bilhão (↑38,98%)
  • Receita líquida (2019): R$ 60,064 bilhões (↑10,68%)

B2W

A empresa entrou para o grupo das que levaram prejuízos em 2019 ao registrar rombo de R$ 318,2 milhões em suas finanças. Apesar de negativo, o valor representa uma queda de 20,02% na comparação com o prejuízo observado em 2018. A receita líquida encerrou o ano passado em R$ 6,767 bilhões, alta de 4,31%.

  • Prejuízo líquido (2019): R$ 318,238 milhões (↓20,02%)
  • Receita líquida (2019): R$ 6,767 bilhões (↑4,31%)
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

IR 2020

Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

Flexibilização

Prefeitura de São Paulo assina protocolo para reabrir bares e salões de beleza

A cidade está na terceira etapa do plano de flexibilização da quarentena do governo estadual, chamada de fase amarela. Com os termos firmados, os estabelecimentos poderão voltar a funcionar na segunda-feira

Recuperação

Fundos imobiliários de tijolo subiram 6% em junho; FII de shoppings ainda caem 21% no ano

Fundos imobiliários de papel, por sua vez, valorizaram, em média, só 3% no mês passado, segundo indicadores calculados pelo Banco Inter

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bilhões

Linha para capital de giro será prorrogada até 31 de dezembro, com orçamento ampliado

Crise

Risco para investir volta a nível de 2016

Estrangeiro olha com desconfiança para o Brasil, por conta da crise do coronavírus e também pela taxa de juros nas mínimas históricas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements