Menu
2020-02-20T21:00:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na ponta do lápis

Vale, SulAmérica, Carrefour e B2W: os balanços que movimentam o mercado no pré-Carnaval

Na maratona de balanços anuais de 2019, novos peso-pesados do mercado anunciaram seus números

20 de fevereiro de 2020
20:06 - atualizado às 21:00
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

O clima na bolsa nesta sexta-feira (21) pode até ser de pré-carnaval, mas o que não falta é combustível para agitar as negociações do pregão.

Na maratona de balanços anuais de 2019, mais alguns peso-pesados do Ibovespa anunciaram seus números. Entre eles estão Vale, Carrefour e SulAmérica.

Confira os principais números de cada empresa:

Vale

A gigante de mineração reverteu lucro em 2018 e levou um prejuízo de US$ 1,683 bilhão. A receita líquida anual foi de US$ 37,6 bilhões em 2019, alta de 2,7%. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Vale ficou em US$ 10,6 bilhões, queda de 36,2%. As provisões da empresa para reparar os danos causados pelo desastre de Brumadinho ficaram em US$ 7,4 bilhões. A cobertura completa do balanço você confere nesta matéria o Victor Aguiar.

  • Prejuízo líquido (2019): US$ 1,683 bilhão
  • Ebitda (2019): US$ 10,6 bilhões (↓36,2%)
  • Receita líquida (2019): R$ 37,6 bilhões (↑2,7%)

SulAmérica

A companhia de planos de saúde registrou lucro líquido de R$ 1,181 bilhão em 2019, uma alta de 30,5% na comparação com o ano anterior. A receita líquida, por sua vez, subiu 9,5% e alcançou R$ 21,725 bilhões no ano passado.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,181 bilhão (↑30,5%)
  • Receita líquida (2019): R$ 21,725 bilhões (↑9,55%)

Carrefour

O grupo de varejo apresentou um lucro líquido ao controlador de R$ 1,013 bilhão em 2019. O número representa uma queda de quase 39% na comparação anual. Em termos de receita, a empresa fechou o ano em R$ 60,064 bilhões, alta de 10,68%. Mais informações você confere nesta matéria.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,013 bilhão (↑38,98%)
  • Receita líquida (2019): R$ 60,064 bilhões (↑10,68%)

B2W

A empresa entrou para o grupo das que levaram prejuízos em 2019 ao registrar rombo de R$ 318,2 milhões em suas finanças. Apesar de negativo, o valor representa uma queda de 20,02% na comparação com o prejuízo observado em 2018. A receita líquida encerrou o ano passado em R$ 6,767 bilhões, alta de 4,31%.

  • Prejuízo líquido (2019): R$ 318,238 milhões (↓20,02%)
  • Receita líquida (2019): R$ 6,767 bilhões (↑4,31%)
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

violou as normas

Pela primeira vez, Twitter deleta postagens de Bolsonaro

Tuítes foram feitos durante passeio a regiões do Distrito Federal, na qual o presidente conversou com apoiadores e vendedores de rua e defendeu a reabertura do comércio, apesar das orientações de órgãos de saúde.

IR 2020

Como declarar renda fixa e COE no imposto de renda

Títulos de renda fixa – mesmo os isentos! – e Certificados de Operações Estruturadas (COE) são tributados e declarados de forma semelhante. Veja como informar o saldo e os rendimentos dessas aplicações financeiras na sua declaração

SD Premium

Os segredos da bolsa: muitos dados econômicos e um último balanço para ficar de olho

A primeira leva de indicadores referentes a março — mês da explosão do coronavírus — começará a ser divulgada nesta semana, mexendo diretamente com a bolsa

PREÇOS DESABARAM COM O CORONAVÍRUS

É hora de voltar para os fundos imobiliários?

Enquanto os FIIs negociavam a yields (proporção dos rendimentos estimados em 12 meses versus o preço pago por cota) próximos de 4,5% ao ano todos os dias batíamos recordes de volume negociado. Agora que os melhores fundos imobiliários do mercado estão sendo negociados a yields de 7,5% ao ano (ou mais), ninguém quer saber deles!

Quarentena

Trump estende distanciamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril

Na semana passada, o presidente dos EUA havia sugerido que poderia “reabrir” a economia americana na Páscoa

Situação excepcional

Ministro do STF Alexandre de Moraes atende governo e relaxa exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao Supremo, a União pedia a relativização das exigências da Lei, devido à situação excepcional do novo coronavírus no País, destacando que o direito à saúde da população deve prevalecer

Balanço

Covid-19: número de mortes por coronavírus no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Mantendo o padrão identificado ao longo da semana, 90% tinham mais de 60 anos

Enquanto uns choram, outros vendem lenços

Na contramão do restante da economia, setores essenciais aceleram contratações

Varejistas como supermercados e farmácias, além de hospitais, estão contratando mais diante da pandemia de coronavírus

'rolezinho do presidente'

‘Provocação’ e ‘irresponsabilidade’: parlamentares condenam passeio de Bolsonaro

Saída do presidente aconteceu um dia depois de o ministro da Saúde reforçar medidas de isolamento e pedir que ele não menosprezasse a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas

Do contra

Bolsonaro cogita decreto que permita volta ao trabalho a todas as profissões

Presidente disse ainda que irá recorrer da decisão judicial que derrubou decreto que permitia funcionamento de lotéricas no Brasil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements