Menu
Larissa Quaresma
A Bolsa como ela é
Larissa Quaresma
Analista de ações e integrante da equipe do Carteira Empiricus
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-03T08:00:54-03:00
A bolsa como ela é

Por um lado, reabertura. Por outro, juros mais altos. Como ficam as ações das varejistas?

Esse pano de fundo é positivo para varejistas como Marisa, Lojas Renner, Arezzo e Alpargatas. Mas não é tão bom para Via, B2W, Americanas e Magazine Luiza

3 de outubro de 2021
8:00
terminal de venda em loja de roupas
Quem se beneficia no saldo entre a volta da economia e a alta da Selic? Imagem: Shutterstock

O avanço da vacinação no Brasil, que está com 43% da sua população imunizada, traz um vento favorável para o varejo nacional. Por outro lado, a subida da inflação tem causado uma forte reação do Banco Central, que sobe os juros para controlar os preços. Quem se beneficia, no saldo desses dois vetores?

Houve um pequeno repique nos casos de covid na última semana – episódio que, confesso, chegou a me preocupar – mas tudo indica que foi um efeito pontual de um represamento do reporte de casos no estado de São Paulo.

Interface gráfica do usuário, Gráfico, Histograma  Descrição gerada automaticamente
Fonte: JHU CSSE

Ao que tudo indica, a vacinação parece de fato estar surtindo efeito. Aqui no Brasil, já são 92 milhões de pessoas totalmente vacinadas, o que corresponde a 43% da população nacional.

Gráfico, Gráfico de linhas  Descrição gerada automaticamente
Fonte: Consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde

O cenário-base, então, é de reabertura crescente. Um quarto trimestre bem próximo do normal em termos de compras de Black Friday e Natal. Entretanto, temos o outro lado: a subida da dupla inflação + juros. O aumento de preços vem:

  • das tarifas de energia, que estão mais altas por causa da nossa crise hídrica;
  • dos preços de alimentos, pelo mesmo efeito;
  • das commodities, que foram inflacionadas pelas rupturas de cadeia vindas da pandemia
  • do dólar mais alto, causado pela nossa turbulência política e que afeta bens importados, como eletrônicos e automóveis
  • da crise de escassez dos semicondutores, que persiste, também pela ruptura de cadeias

O Banco Central, corretamente e agindo dentro do seu papel, tem escalado a Selic para controlar os preços pelo lado da demanda. A entidade está correta; entretanto, esse mecanismo passa, inevitavelmente, por uma desaceleração da demanda.

Mas desacelera a demanda por tudo?

Não.

Tem um efeito mais forte sobre a demanda por varejistas que comercializam bens de preço mais alto – notadamente aqueles que chamamos de bens duráveis. Eletrodomésticos, eletrônicos, automóveis, imóveis.

Veja a relevância que o crédito tem na venda das Casas Bahia (76% da receita 2020 da Via foi feita por meio de cartão de crédito ou carnê). Ou mesmo no caso do Magazine Luiza, que teve 75% da sua receita em 2020 feita com o uso de crédito.

Os bens não duráveis, por outro lado, como vestuário, cosméticos e itens de higiene pessoal tendem a ser menos afetados, simplesmente porque dependem menos de crédito.

O leitor começa a enxergar aonde quero chegar?

Leia também:

O saldo para as varejistas

Esse pano de fundo é positivo para varejistas como Marisa, Lojas Renner, Arezzo e Alpargatas. Por outro lado, não tão positivo para Via, B2W, Americanas e Magazine Luiza.

Mas espere. Não estou falando para comprar ações do primeiro grupo, de não duráveis, e vender o segundo, de duráveis. Muita calma nessa hora.

É preciso entender que o mercado se antecipa. Grande parte dessa narrativa já está refletida nos preços, e qualquer surpresa positiva na inflação ou nos juros vira essa narrativa de cabeça para baixo, e inverte a matriz de probabilidades a favor das varejistas de duráveis.

Hoje, meu foco foi lhe ajudar a entender o operacional. Nunca podemos perder o olho dele – o preço de tela, às vezes, nos desvia do que realmente importa: a empresa por trás da cotação.

Um abraço,

Larissa

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Domando o dragão

Campos Neto volta dizer que BC fará o que for preciso para trazer inflação para a meta em 2022

O presidente do Banco Central acredita que a escalada dos preços já atingiu seu ponto máximo no mês passado; agora a tendência é convergir.

Fiscalização em alta

Empresas ligadas à quinta maior criptomoeda do mundo são multadas por comissão nos Estados Unidos

As empresas irmãs são acusadas de fazerem “declarações falsas ou enganosas” e de “omitirem fatos relevantes” para o mercado sobre a stablecoin tether

AO VIVO

O que muda com a compra da Mosaico (MOSI3) pelo Banco Pan (BPAN4)? CEO do banco e fundador da empresa de tecnologia respondem em live com Felipe Miranda

Para entender o racional da negociação, o sócio-fundador e CIO da Empiricus conversa hoje (15) com Carlos Eduardo Pereira Guimarães e Guilherme Pacheco

Efeito dominó

Mais uma incorporadora chinesa deixa de pagar seus credores; China rompe o silêncio sobre a crise no setor imobiliário

A China Properties Group informou que não fez o pagamento de US$ 226 milhões referentes a uma emissão de notas seniores que vencia hoje

Exile on Wall Street

Dia do professor: cinco lições sobre fundos de investimento para o primeiro dia de aula

Dos brinquedos à maçã (virtual), comemora-se nesta semana as datas dos dois agentes de mudanças mais importantes de uma sociedade. Crianças têm, claro, suas aptidões naturais por exatas, humanas, ciências biológicas e artes em todas as suas formas de expressão. Mas são os professores que catalisam e alavancam esse interesse pelo conhecimento, ensinam a pensar […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies