Menu
2020-03-16T19:19:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Crise bate à porta

Confira as medidas do pacote de até R$ 147,3 bilhões para estimular economia contra o coronavírus

Desse total, até R$ 83,4 bilhões serão destinados para a população mais vulnerável aos efeitos da crise, segundo o ministro Paulo Guedes

16 de março de 2020
19:11 - atualizado às 19:19
Entrevista coletiva do ministro da economia, Paulo Guedes
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Em uma tentativa de conter os impactos do coronavírus na economia, o governo lançou um pacote de estímulos que pode chegar a R$ 147,3 bilhões. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Desse total, até R$ 83,4 bilhões serão destinados para a população mais vulnerável aos efeitos da crise, segundo o ministro. Confira a seguir as medidas e os valores:

  • Antecipação da segunda parcela do 13º de aposentados e pensionistas do INSS para Maio (R$ 23 bilhões)
  • Valores não sacados do Pis/Pasep serão transferidos para o FGTS para permitir novos saques (até R$ 21,5 bilhões)
  • Antecipação do Abono Salarial para junho (R$ 12,8 bilhões)
  • Reforço ao programa Bolsa Família: destinação de recursos para possibilitar a ampliação do número de beneficiários – inclusão de mais de 1 milhão de pessoas (até R$ 3,1 bilhões)

As novas medidas se somam às iniciativas já anunciadas pelo governo, como a antecipação da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS para abril, no valor de R$ 23 bilhões, e a redução do teto de juros do consignado, aumento da margem e do prazo de pagamento.

Pela manhã, o Conselho Monetário Nacional já havia anunciado um pacote de medidas para ampliar a liquidez do sistema financeiro e destravar o crédito em meio ao choque provocado pelo coronavírus.

Um segundo bloco do pacote, no valor de até R$ 59,4 bilhões, serão destinados para a manutenção de empregos. Leia a seguir as medidas:

  • Diferimento do prazo de pagamento do FGTS por 3 meses (R$30 bilhões)
  • Diferimento da parte da União no Simples Nacional por 3 meses (R$ 22,2 bilhões)
  • Mais R$ 5 bilhões de crédito do PROGER / FAT para Micro e Pequenas empresas
  • Redução de 50% nas contribuições do Sistema S por 3 meses (R$ 2,2 bilhões)
  • Simplificação das exigências para contratação de crédito e dispensa de documentação (CND) para renegociação de crédito
  • Facilitar o desembaraço de insumos e matérias primas industriais importadas antes do desembarque

Guedes também anunciou recursos específicos para o combate o combate ao coronavírus durante a entrevista coletiva, como você confere a seguir:

  • Destinação do saldo do fundo do DPVAT para o SUS (R$ 4,5 bilhões)
  • Redução a zero das alíquotas de importação para produtos de uso médico-hospitalar (até o final do ano)
  • Desoneração temporária de IPI para bens importados listados que sejam necessários ao combate ao Covid-19
  • Desoneração temporária de IPI para bens produzidos internamente listados que sejam necessários ao combate ao Covid-19

O governo já havia anunciado a suspensão da prova de vida dos beneficiários do INSS por 120 dias, a preferência tarifária de produtos de uso médico-hospitalar, além de priorizar o desembaraço aduaneiro de produtos de uso médico-hospitalar.

Leia também:

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Prudência e dinheiro no bolso

Onde investir no 2º semestre: entre os fundos imobiliários, destaques são os mais defensivos

Com juros na mínima histórica, cenário é favorável para os FII, que podem se valorizar até 10% neste segundo semestre; mas especialistas preferem “prudência e dinheiro no bolso”, com nomes geradores de renda para enfrentar a crise.

dados novos

Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos

Até o momento, 1.154.837 de pessoas se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

A patada do urso da Califórnia

Desde o início da recuperação dos mercados após o pânico do mês de março, os investidores têm temido uma reversão nas medidas de reabertura das economias por conta de uma segunda onda de casos de coronavírus – ou simplesmente de uma piora da primeira onda nos países onde esta ainda não foi controlada. Ou seja, […]

números da construtora

Vendas líquidas da Cyrela no 2º trimestre somam R$ 818 milhões, queda de 57,3%

No acumulado do primeiro semestre, as vendas somaram R$ 2,175 bilhões, recuo de 26,6%

micro e pequenas empresas

Caixa recebe novo limite para Pronampe, agora de R$ 5,9 bilhoes

“Ajudar os pequenos empresários, tão importantes para o nosso país, faz parte da vocação da Caixa, especialmente nesse período de pandemia em que o consumo e a renda são afetados”, diz o presidente da Caixa, Pedro Guimarães

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements