Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-16T13:56:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Prazo maior

Bancos aceitam prorrogar dívidas de pessoas físicas e pequenas empresas por 2 meses

Federação Brasileira de Bancos disse que os cinco maiores bancos associados estão inclinados a aumentar o prazo de vencimentos de dívidas de clientes em resposta à pandemia do novo coronavírus

16 de março de 2020
13:20 - atualizado às 13:56
Empresário endividado
Dívidas - Imagem: shutterstock

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) disse que os cinco maiores bancos associados estão inclinados a aumentar o prazo de vencimentos de dívidas de clientes em resposta à pandemia do novo coronavírus, segundo nota distribuída à imprensa.

"Os bancos estão engajados em continuar colaborando com o País com medidas de estímulo à economia", informou a Febraban.

Segundo a federação, os bancos "estão abertos e comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de Clientes Pessoas Físicas e Micro e Pequenas empresas". O aumento do prazo é válido para contratos vigentes em dia e restritos a valores já usados.

Também ficarão à disposição a rede bancária e os canais de atendimento para aqueles que tiverem a necessidade de sua utilização em meio ao atual contexto de "dificuldades momentâneas", disse a federação.

De acordo com a nota, a Febraban e os bancos julgam que se trata "de um choque profundo, mas de natureza essencialmente transitória".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies