Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-05-16T12:17:11-03:00
O que bombou na semana

MAIS LIDAS: Os números do 1º tri: expectativa X realidade

16 de maio de 2020
12:17
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Na semana que passou diversas empresas tornaram públicos os seus números do primeiro trimestre de 2020. A expectativa por esses resultados era alta  - e não à toa. Eles mostram os primeiros impactos do coronavírus e das medidas de isolamento social no resultado das empresas.

Os balanços financeiros de Petrobras, Via Varejo e Azul estão entre os destaques. Agora que a semana acabou, podemos dizer que tudo saiu como o esperado ou tivemos surpresas no meio do caminho?

Os R$ 48 bilhões de prejuízo da Petrobras não estavam no radar. A média das projeções de analistas compilada pela Bloomberg apontava para um lucro de R$ 4,21 bilhões entre janeiro e março. A que devemos tão desagradável surpresa? A culpa é de uma baixa contábil que reavalia o valor das reservas de petróleo.

O mercado anda com "mixed feelings" sobre a Via Varejo nas últimas semanas. A transformação da varejista anima, mas a ideia de fazer uma oferta de ações bilionária neste momento trouxe preocupações sobre sua capacidade financeira de suportar a crise. No primeiro trimestre deste ano, a Via Varejo reverteu o prejuízo do ano passado em lucro e elevou as vendas no e-commerce. 

Mais do que o resultado do trimestre, a Azul mostrou o seu plano para sobreviver à crise do coronavírus. A companhia está queimando entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões por dia do seu caixa, mas diz que aguenta um ano de crise. Entre as medidas tomadas, está o adiamento da entrega de aeronaves da Embraer que deveriam começar a chegar este ano para a partir de 2024. Ou seja, os efeitos da crise vão pesar por um bom tempo nos planos da companhia.

Veja as 5 notícias mais lidas da semana

1 -Via Varejo, Petrobras, JBS… ufa! Os balanços de peso desta semana

2 -Ação da Via Varejo pode dobrar de valor, diz Credit Suisse

3 -Halving: o evento que veio para chacoalhar o mercado de criptomoedas finalmente chegou

4 -O que Warren Buffett está comprando e vendendo neste momento?

5 -SPX diz que Copom errou ao baixar Selic e terá que reverter movimento ‘em breve’

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

DIA DE DECISÃO

Copom eleva Selic para 3,5% ao ano e indica aumento semelhante na próxima reunião

Essa é a segunda alta consecutiva da Selic em 0,75 ponto percentual — no começo do ano, a taxa de juros estava nas mínimas históricas, em 2% ao ano

FECHAMENTO

Dólar recua e bolsa sobe com mercado dando alta da Selic como certa e forte desempenho das siderúrgicas

No exterior, as bolsas operam sem um sinal único definido. Por aqui, os investidores aguardam a decisão do Copom

um viral que vale US$ 90 bi

Confira os 5 fatos que estão fazendo o Dogecoin subir (de novo) e passar a valer mais que a Petrobras

Valendo US$ 0,68 por unidade, o DOGE ficou próximo dos US$ 90 bilhões em valor de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies