Menu
2020-05-13T17:01:51-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Política monetária

SPX diz que Copom errou ao baixar Selic e terá que reverter movimento ‘em breve’

Para a gestora de Rogério Xavier, o cenário para o Brasil é “claramente negativo”, diante do alto endividamento e do ambiente político conturbado

13 de maio de 2020
12:24 - atualizado às 17:01
Rogério Xavier, sócio-fundador da SPX Capital
Rogério Xavier, sócio-fundador da SPX Capital - Imagem: Divulgação/Santander

O Banco Central errou ao baixar a taxa básica de juros a níveis tão baixos, e o nível da Selic que pode ser alcançado não será sustentável por muito tempo. A avaliação é da gestora SPX Capital, de Rogério Xavier.

“Teremos que reverter esse movimento em breve”, escreveu a gestora em sua carta mensal aos investidores. Embora acredite que a Selic terá de subir, a SPX informou que tem apostas relevantes no mercado de juros.

A gestora segue vendida nas moedas de países de emergentes. Embora não especifique se o real ainda está entre elas, deixa a entender que sim.

Na bolsa, a SPX possui posições compradas nos setores de consumo básico, saúde, tecnologia e algumas empresas defensivas do setor industrial e vendidas em índices e setores mais frágeis como varejo, energia e automotivo.

Toda a exposição em ações da gestora está no exterior. “Em relação à bolsa brasileira, estamos sem alocações direcionais relevantes.”

Para a gestora de Rogério Xavier, o cenário para o Brasil é “claramente negativo”, diante do alto endividamento e do ambiente político conturbado.

“O ponto de partida frágil do Brasil sendo impactado pela tempestade perfeita nos leva a ter uma grande incerteza em relação à solvência de médio prazo do país, o que certamente põe peso no câmbio e na política monetária.” – SPX Capital

A gestora não coloca o impeachment do presidente Jair Bolsonaro em seu cenário central. Mas avalia que, um eventual agravamento do cenário político pesará nas contas públicas, já que poderia levar a um aumento de programas de transferência de renda.

No mês passado, o fundo SPX Nimitz rendeu 1,26%, contra 0,28% do CDI, o indicador de referência. Em 2020, o retorno acumulado do fundo está em 2,81%, mais que o dobro dos 1,30% do CDI.

Leia aqui a íntegra da carta da gestora.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

follow on

Notre Dame Intermédica anuncia oferta em que Bain Capital venderá até R$ 3,7 bi em participação

Tamanho da operação equivale a 44% do total de ações detidas pela empresa de private equity americana na operadora de saúde

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil registra 24.468 casos e 272 mortes em 24 horas

Nas últimas 24 horas foram computados 24.468 novos casos e 272 mortes, segundo Ministério da Saúde

o que vem por aí

Os segredos da bolsa: PIB do Brasil ganha holofotes após rali de novembro

PIB do 3º trimestre pode aumentar ainda mais a euforia dos investidores vista em novembro ou frear os ânimos

Análise

Como ficam as peças do xadrez da política após as eleições municipais

A eleição marcou a conquista de peças importantes, vitórias que serviram apenas para demarcar território e derrotas claras. Mas houve também avanços importantes mesmo de quem perdeu nas urnas

Barroso cita Shakespeare ao falar sobre 2º turno: “vai bem quando tudo acaba bem”

Barroso disse que o TSE conseguiu “neutralizar” as tentativas de cancelamento das eleições por causa da covid-19, o que, segundo o ministro, teria impactos negativos para a democracia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies