Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-13T17:01:51-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Política monetária

SPX diz que Copom errou ao baixar Selic e terá que reverter movimento ‘em breve’

Para a gestora de Rogério Xavier, o cenário para o Brasil é “claramente negativo”, diante do alto endividamento e do ambiente político conturbado

13 de maio de 2020
12:24 - atualizado às 17:01
Rogério Xavier, sócio-fundador da SPX Capital
Rogério Xavier, sócio-fundador da SPX Capital - Imagem: Divulgação/Santander

O Banco Central errou ao baixar a taxa básica de juros a níveis tão baixos, e o nível da Selic que pode ser alcançado não será sustentável por muito tempo. A avaliação é da gestora SPX Capital, de Rogério Xavier.

“Teremos que reverter esse movimento em breve”, escreveu a gestora em sua carta mensal aos investidores. Embora acredite que a Selic terá de subir, a SPX informou que tem apostas relevantes no mercado de juros.

A gestora segue vendida nas moedas de países de emergentes. Embora não especifique se o real ainda está entre elas, deixa a entender que sim.

Na bolsa, a SPX possui posições compradas nos setores de consumo básico, saúde, tecnologia e algumas empresas defensivas do setor industrial e vendidas em índices e setores mais frágeis como varejo, energia e automotivo.

Toda a exposição em ações da gestora está no exterior. “Em relação à bolsa brasileira, estamos sem alocações direcionais relevantes.”

Para a gestora de Rogério Xavier, o cenário para o Brasil é “claramente negativo”, diante do alto endividamento e do ambiente político conturbado.

“O ponto de partida frágil do Brasil sendo impactado pela tempestade perfeita nos leva a ter uma grande incerteza em relação à solvência de médio prazo do país, o que certamente põe peso no câmbio e na política monetária.” – SPX Capital

A gestora não coloca o impeachment do presidente Jair Bolsonaro em seu cenário central. Mas avalia que, um eventual agravamento do cenário político pesará nas contas públicas, já que poderia levar a um aumento de programas de transferência de renda.

No mês passado, o fundo SPX Nimitz rendeu 1,26%, contra 0,28% do CDI, o indicador de referência. Em 2020, o retorno acumulado do fundo está em 2,81%, mais que o dobro dos 1,30% do CDI.

Leia aqui a íntegra da carta da gestora.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies