Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-21T10:21:35-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
esquenta dos mercados

Vacinas e acordo na UE empolgam exterior; mercado local aguarda por proposta de reforma tributária do governo

Com a agenda de indicadores esvaziada nesta terça-feira (21), os investidores aguardam com grande expectativa a entrega da proposta de reforma tributária do governo

21 de julho de 2020
8:14 - atualizado às 10:21
O ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência pública da Comissões de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Paulo Guedes, ministro da Economia - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Após dias de impasse nas negociações, a União Europeia finalmente chegou a um acordo sobre o pacote de estímulos de mais de 1,8 trilhões de euros. A notícia agrada os investidores, que também repercutem o avanço das pesquisas para a produção de uma vacina para a covid-19.

Com a agenda de indicadores esvaziada nesta terça-feira (21), os investidores aguardam com grande expectativa a entrega da proposta de reforma tributária do governo. O ministro Paulo Guedes deve se encontrar às 14h30 com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, para discutir o texto.

Em busca da cura

Uma série de notícias positivas fez o Ibovespa a alcançar o patamar dos 104 mil pontos. Além do avanço das negociaçãoes entre os líderes da União Europeia sobre o pacote de estímulos ao continente, esperanças com a criação de uma vacina para o coronavírus animaram o mercado.

A Pfizer, em parceria com a BioNTech, anunciaram resultados positivos na Alemanha, já a Universidade de Oxford, em parceria com a AstraZeneca, informaram que os mil participantes da fase inicial de testes desenvolveram anticorpos neutralizantes. Na China, a CanSino Biologics, também teve resposta imune dos cerca de 500 voluntários testados.

Vale lembrar que as notícias surgem em um momento em que o avanço do coronavírus nos Estados Unidos preocupa os investidores. O temor é de que seja necessárias novas medidas de isolamento, prejudicando uma recuperação mais rápida da economia.

Assim, o Ibovespa fechou o dia em alta de 1,49%, aos 104.426 pontos. O dólar teve um dia de alívio e caiu 0,75%, aos R$ 5,34. No exterior, o dia também foi marcado pelo apetite ao risco.

Retomando a agenda

Outra notícia que tem impulsionado a bolsa brasileira desde a semana passada é o avanço da reforma tributária e a volta da pauta ao centro das discussões.

O ministro Paulo Guedes deve entregar hoje a primeira versão da proposta do governo - que deve incluir a unificação de impostos federais (PIS/Cofins) e a criação de um imposto nos moldes da velha CPMF. A pauta deve esquentar a discussão em Brasília nos próximos meses.

Destaques da bolsa

Ontem, os grandes destaques da bolsa foram as empresas de telecomunicações - Tim, Telefônica Brasil e Claro -, após a oferta conjunta pelos ativos móveis da Oi. Mas o setor de varejo contou com um empurrãozinho da Via Varejo para performar bem nesta segunda-feira.

No Twitter, em mensagens que foram apagadas posteriormente, foram postados diversos resultados operacionais da Via Varejo, que mostraram um desempenho supreendente nos últimos dois meses. As ações dispararam mais de 7% e a CVM abriu um processo para apurar.

Segundo a Via Varejo, a sequência de tweets foi uma falha do setor de comunicação da empresa. O balanço da companhia está programado para o dia 12 de agosto.

Outra empresa para se ficar de olho nesta terça-feira é a Vale. A companhia divulgou os seus resultados operacionais do 2º trimestre na noite de ontem, com um crescimento da produção mesmo diante da crise do coronavírus.

Aumentando o apetite

Durante a madrugada, além de repercutir as notícias positivas no front do coronavírus, os investidores também refletem o acordo entre os líderes da União Europeia sobre o fundo de resgate bilionário destinado aos países do bloco, fechado durante a madrugada. As negociações vinham acontecendo desde a última sexta-feira (17) era motivo para impasse.

O pacote totaliza 1,8 trilhões de euros: 390 bilhões serão doações e o restante será distribuído como empréstimo. O bom humor levou as bolsas asiáticas a fecharem em alta.

Na Europa, o acordo anima os investidores, que andavam receosos. As principais praças apresentam alta firme e o índice pan-europeu Stoxx-600 chegou ao seu maior nível em quatro meses. Em Wall Street, os índices futuros também aparecem no campo positivo.

Recuperando velhas marcas

Com o apetite por risco renovado, o petróleo também reflete o bom humor dos investidores e voltou a atingir os maiores índices em quatro meses e meio.

Por volta das 7h15, o petróleo WTI para setembro avançava 2,37%,a US$ 41,89, enquanto o Brent subia 2,47%, a US$ 44,35.

A notícia movimenta os ADRs da Petrobras em Nova York, que sobem 3,17% no pré-mercado.

Balanços

Com a agenda de divulgadores fraca, no exterior a temporada de balanço segue em destaque, com a diuvlgação da Coca-Cola, United Airlines e UBS.

Agenda

O grande destaque do dia é a entrega da proposta tributária do governo ao Congresso, que deve acontecer às 14h30.

No Brasil, a Petrobras deve divulgar o seu relatório de produção e vendas dos últimos três meses.

Nos Estados Unidos, destaque para a divulgação do índice de atividade nacional dos Estados Unidos, às 09h30.

Fique de olho

  • XP anunciou um cartão de crédito sem anuidade e que dará cashback em investimento. Previsão de lançamento é para o quarto trimestre de 2020.
  • Quero-quero planeja captar R$ 1,9 bilhão em seu IPO.
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Super Quarta

Saiba como ganhar dinheiro apostando na taxa básica de juros (Selic)

Entenda como apostar na alta e na queda da taxa Selic

RadioCash

Para Gustavo Loyola, ex-presidente do Banco Central, crescimento do PIB em 2022 será praticamente zero

Em entrevista ao podcast RadioCash, o economista deu sua opinião sobre a atual política monetária do BC, a situação do câmbio e afirmou que o cenário está difícil para reformas

MERCADOS HOJE

Ibovespa e bolsas globais colocam problemas com Evergrande de lado e buscam recuperação após tombo da véspera; dólar recua

A incerteza em torno dos problemas financeiros da gigante chinesa Evergrande persistem, mas as bolsas globais buscam recuperação após as perdas da véspera. Ibovespa monitora discurso de Bolsonaro na ONU

cautela nas alturas

O que mexe com o bitcoin (BTC) hoje: cautela antes da fala de presidente da CVM americana e Evergrande pressionam mercado de criptomoedas

Além disso, a cautela pré-Fed também deve limitar os ganhos. Enquanto isso, El Salvador segue comprando BTC e já acumula US$ 30 bi em criptomoedas

Mais do mesmo

Bolsonaro faz discurso politicamente moderado na ONU, mas alfineta governadores e prefeitos e defende ‘tratamento precoce’

Presidente atribuiu inflação acelerada a medidas de isolamento social adotadas na tentativa de deter o avanço do coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies