Menu
2020-07-20T19:26:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
otimismo em meio à pandemia

Ação da Via Varejo sobe forte após sequência no Twitter sobre dados operacionais

Perfil atribuído à empresa divulgou uma forte alta na venda de algumas categorias; posts foram apagados e companhia não confirmou os dados via imprensa

20 de julho de 2020
15:21 - atualizado às 19:26
Fachada da loja Casas Bahia, rede pertencente à Via Varejo
Casas Bahia é uma das redes de lojas operadas pela Via Varejo - Imagem: Shutterstock

A ação da Via Varejo sobe o forte nesta segunda-feira (20), após um perfil atribuído à empresa publicar uma série de dados operacionais da companhia. A sequência de posts foi apagada.

Segundo o perfil, entre maio e junho, a varejista teria registrado alta de 2500% nas vendas de câmeras e games, ganhos de 1900% na categoria de televisores, avanço de 1500% em equipamentos de som, alta de 750% em fornos e fogões e mais de 300% em lavadoras e refrigeradores.

A reportagem entrou em contato para confirmar a autenticidade do perfil e questionou o motivo de a sequência ter sido apagada. Mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

As ações da Via Varejo (VVAR3) fecharam em alta de 7,35%, negociadas a R$ 21,17. Os dados contribuem para impulsionar outra varejista: o Magazine Luiza. No mesmo horário, as ações (MGLU3) da companhia subiam, 6,10%, a R$ 87. Veja a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

Ações em alta

Ambas as ações têm valorização de cerca de 80% só neste ano, em meio à crise do novo coronavírus. A pandemia, que obrigou quem tinha condições a ficar em casa, ajudou a impulsionar o otimismo com as companhias do varejo mais bem posicionadas com operações digitais.

É nesse contexto que os dados divulgados há pouco pelo perfil atribuído à Via Varejo no Twitter são bem recebidos. Os números reforçariam a tese de que as empresas do setor com operação forte no online entregarão bons resultados.

Adicionalmente, a Via Varejo passa desde meados de 2019 por um processo de virada, após a retomada do controle acionário por parte da família Klein e mudanças no alto escalão da companhia.

No início deste mês, a empresa conclui o processo de alongamento de dívidas. A medida, em complemento à oferta pública de distribuição primária de ações, deve resultar no fortalecimento da estrutura de capital da empresa.

Via Varejo ou Magalu?

Ainda sobre a relação entre as duas companhias, o Itaú BBA no mês passado disse que era melhor trocar a ação de uma pela outra. Ao revisar o seu "top 5", a instituição tirou os papéis do Magazine Luiza para colocar Via Varejo.

"Acreditamos que VVAR3 possui um perfil interessante devido a i) exposição à retomada do consumo doméstico, ii) notável agilidade no processo de transformação digital, iii) momentum positivo e iv) valuation descontado em comparação aos pares", escreveram os analistas.

O setor de e-commerce continua como um dos preferidos da instituição nesse cenário de pandemia e isolamento social — o que se traduz num "alto potencial de crescimento" daqui para frente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

abaixo do esperado

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 228 mil na semana

número ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam 1,1 milhão de solicitações

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

exile on wall street

A eterna morte das Big Techs

Se o retorno com as ações de Apple, Google e Facebook tem sido excepcional na última década, intacto através de subprimes e pandemias, onde está o risco?

Mercados hoje

Ibovespa opera em alta e dólar cai com alívio fiscal e indicadores no Brasil e nos EUA

Fala de Bolsonaro sobre teto de gastos e indicadores no Brasil e nos EUA aliviam um pouco a pressão sobre a bolsa e o dólar

queda na receita

Volume de serviços sobe 5% em junho ante maio, mas cai 12,% ante junho de 2019

A taxa acumulada no ano foi de redução de 8,3%. Em 12 meses, os serviços acumulam queda de 3,3%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements