🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Mercados

Ibovespa fecha acima dos 104 mil pontos com notícias positivas sobre vacinas e mais estímulos à vista

Bolsa fecha em alta de 1,49% com notícias animadoras sobre vacinas da Pfizer e da AstraZeneca. Avanços em pacote de estímulo da UE também animaram investidores

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
20 de julho de 2020
18:15 - atualizado às 18:54
Selo Mercados FECHAMENTO Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A semana começou com otimismo nos mercados do mundo inteiro com as notícias de avanços nas pesquisas de vacinas contra o coronavírus. O bom humor levou as bolsas a fecharem em alta no Brasil, nos EUA e na maioria dos mercados europeus, ajudados também pela perspectiva de resolução no impasse das negociações de um novo pacote de estímulo na União Europeia.

O Ibovespa começou o dia em leve queda, mas logo virou para o positivo, ganhando força no início da tarde, quando estacionou acima dos 104 mil pontos. Ao final do pregão, o índice registrava alta de 1,49%, aos 104.426,37 pontos.

Em Nova York, o Dow Jones fechou perto da estabilidade, com ganho de 0,03%, aos 26.680,87 pontos, após passar boa parte do dia em baixa; o S&P 500 fechou em alta de 0,84%, aos 3.251,84 pontos, e o Nasdaq avançou 2,51%, aos 10.767,09.

As bolsas europeias terminaram o pregão com sinais mistos, mas a maioria das praças fechou em alta. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,76%.

Mais um passo rumo à vacina

O mercado reagiu a boas notícias divulgadas pela Pfizer, que pesquisa uma vacina junto à BioNTech, e pela AstraZeneca, que desenvolve uma vacina junto à universidade de Oxford.

De acordo com a Pfizer, foram verificadas respostas imunes "fortes" nos estudos alemães da vacina, em velocidade superior ao prazo estimado. A pesquisa também não registrou efeitos colaterais sérios nos indivíduos que receberam a dose.

A revista científica The Lancet divulgou um estudo da AstraZeneca em parceria com a universidade de Oxford que mostrou resposta imunológica dos participantes para a vacina, também sem efeitos colaterais sérios.

Apesar de isso não significar que a vacina contra o coronavírus esteja próxima de ser lançada no mercado, trata-se de um passo importante na direção da descoberta de um medicamento eficaz, o que poderia realmente mudar o jogo em termos de perspectivas econômicas.

Mais estímulos vindos da Europa

As perspectivas de avanço nas negociações de um pacote orçamentário de 1,85 trilhão de euros entre os líderes da União Europeia também contribuiu para o bom humor dos mercados nesta segunda.

O pacote inclui um fundo de 750 bilhões de euros destinado a ajudar o bloco a se recuperar da crise gerada pela pandemia de covid-19. Os líderes europeus voltaram a se reunir nesta segunda-feira para discutir as medidas.

No início da tarde, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse no Twitter que enviará a todos os líderes europeus sua nova proposta sobre o fundo, cujo valor vem sendo o principal ponto de discórdia entre as lideranças. Ele disse estar otimista com a aprovação, e o pronunciamento "deu um gás" nos mercados no início da tarde.

Reforma tributária nesta semana

Os investidores brasileiros estão, nesta semana, de olho nos avanços da reforma tributária. A expectativa é de que o Ministério da Economia finalmente apresente a sua proposta amanhã.

O otimismo com o avanço da agenda de reformas contribuiu para o alívio no dólar à vista e nos juros. A moeda americana alternou altas e quedas pela manhã, mas se firmou em baixa, e fechou em queda de 0,72%, a R$ 5,3417. Já os juros futuros fecharam com sinais mistos:

  • Janeiro/2021: estável em 2,025%;
  • Janeiro/2022: de 2,95% para 2,92%;
  • Janeiro/2023: de 4,03% para 4,01%;
  • Janeiro/2025: de 5,48% para 5,50%.

Oi e Ser em disparada

A telefônica Oi (OIBR3), em recuperação judicial, fechou em alta de 9,09%, a R$ 1,32, após a notícia, no fim de semana, de que Tim, Claro e Telefônica fizeram proposta conjunta vinculante pela área de telefonia móvel da companhia. Na abertura, o papel chegou a disparar 19,01%.

As ações da Tim (TIMP3) e da Telefônica (VIVT4) ficaram entre as maiores altas do Ibovespa, fechando com ganhos de 6,13% e 6,77%, respectivamente.

Para analistas do Credit Suisse, a mais beneficiada pela transação seria a Tim, que ficaria com a maior parte dos ativos de telefonia móvel da Oi.

As ações da Ser Educacional (SEER3) também dispararam nesta segunda, fechando em alta de 15,31%, embaladas pelo anúncio de que a companhia avalia a compra de ativos envolvendo o Grupo Laureate no Brasil.

O 'mistério' do Twitter da Via Varejo

A maior alta do Ibovespa nesta segunda foi a ação da Via Varejo (VVAR3), que passou a disparar depois que uma conta de Twitter atribuída à companhia divulgou dados operacionais fortes. No entanto, a sequência de tuítes foi posteriormente apagada sem maiores explicações. Os papéis fecharam com ganho de 7,51%, a R$ 21,20.

Top 5

Confira as cinco maiores altas do Ibovespa nesta segunda:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
VVAR3Via Varejo ON21,17 +7,35%
TIMP3 Tim ON 16,80 +6,13%
MGLU3 Magazine Luiza ON 87,00 +6,10%
VIVT4 Telefônica Brasil ON 53,41 +5,99%
B3SA3B3 ON67,40+5,49%

A seguir, veja as cinco maiores baixas do índice:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
SBSP3Sabesp ON62,61-1,99%
FLRY3 Fleury ON 25,51 -1,51%
BRDT3BR Distribuidora ON23,51-1,01%
ELET6Eletrobras PNB40,40-1,00%
ELET3 Eletrobras ON 40,00-0,99%

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar