Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-23T11:22:31-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Os movimentos do magnata

Warren Buffett vendeu mais de US$ 800 milhões em ações da Apple no último trimestre. Mas o que isso significa?

Conheça algumas razões para que esse volume de ações da Apple tenha saído das mãos de um dos maiores investidores do mundo

23 de fevereiro de 2020
11:22
Warren Buffett, investidor americano
Imagem: Shutterstock

No último dia 14 de fevereiro, a SEC (Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos, na sigla em inglês) divulgou alguns dados sobre as movimentações dos investidores no mercado de ações norte-americano durante o último trimestre.

É claro que, nessa pilha de informação, os passos dos bilionários sempre chamam mais a atenção. Warren Buffett, por exemplo, vendeu mais de US$ 800 milhões em ações da Apple no último trimestre. Agora, a pergunta que não quis calar foi: o que isso significa? Estaria Buffett desacreditado da gigante de tecnologia?

Calma lá! Para investidores menores, movimentar US$ 800 milhões pode parecer muito. Mas para um magnata como Buffett, que ostenta um volume de US$ 72 bilhões somente em ações da empresa de Tim Cook, essa tacada parece não ter grande relevância.

O site Business Insider foi atrás de algumas razões para que esse volume de ações da Apple tenha saído das mãos de um dos maiores investidores do mundo. Segundo eles, o que pode parecer uma venda massiva, na verdade está mais para um ‘erro de arredondamento’. Vale lembrar que a Berkshire Hathaway, empresa a qual Buffett é CEO, é a maior acionista da Apple, com uma participação de 5,4%, de acordo com informações da Bloomberg.

Aos fatos (ou teorias)

A primeira grande teoria em torno da venda de ações por Buffett esbarra em uma das máximas do caderno do bom investidor: a diversificação. Analistas cogitam que a Berkshire tenha optado por ampliar seu leque de carteira, diminuindo a participação de quase 30% que a Apple apresenta em seu portfólio.

Nessa linha, notícias como os recentes investimentos da companhia na Kroger e na Biogen no último trimestre ajudam a sustentar a ideia de diversificação.

Outra possibilidade levantada no mercado se baseia na valorização das ações da Apple no últimos tempos. Os papéis atingiram marca dos US$ 294. Nesse movimento, Buffett poderia muito bem estar realizando alguns lucros ou aproveitando a alta das ações para levantar um capital maior.

A Business Insider pontua que, dependendo de quando a Berkshire vendeu os 3,7 milhões de ações da Apple, elas poderiam render entre US$ 806 milhões e quase US$ 1,1 bilhão.

Embora ainda não esteja claro os motivos para a venda de ações, analistas de mercado acreditam ser improvável que Buffett venda uma quantidade significativa de suas ações da Apple em breve, dada a sua preferência por investimentos de longo prazo. Mas, em contrapartida, ele também não deve comprar mais.

As ações da Apple encerram o pregão de sexta-feira (21) em queda de 2,26%, negociadas a US$ 313,05.

*Com informações da Business Insider.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

atenção, acionista

Dividendos e JPC: Metalúrgica Gerdau (GOAU4) e Gerdau (GGBR4) pagam proventos

Metalúrgica Gerdau paga R$ 86,478 milhões em dividendos, ou R$ 0,08 por ação, além de juros sobre capital próprio; veja condições

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies