Menu
2020-02-11T08:21:31-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos Mercados

Exterior positivo e expectativa pela ata do Copom guiam o mercado

Ata do Copom deve dar dicas da duração do novo piso histórico da Selic e possíveis impactos do coronavírus na economia brasileira

11 de fevereiro de 2020
8:00 - atualizado às 8:21
Ações bolsa
Imagem: Shutterstock

A divulgação da ata da mais recente reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ficam em primeiro plano na agenda dos investidores hoje.

O documento divulgado pelo BC deve trazer dicas sobre a duração do patamar atual da taxa Selic. O mercado espera que o impacto do coronavírus no cenário básico para a inflação seja endereçado, além de esclarecimentos sobre a política monetária para 2021.

No momento, as apostas indicam que o BC deve demorar a voltar a subir o juros.

Já nos Estados Unidos, o discurso do presidente do Fed no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara acontece 12h e os investidores buscam respostas para o impacto do coronavírus na economia mundial. Os mortos pela doença já chegam a mil e as fábricas e empresas chinesas ainda retomam gradativamente a sua operação.

Na cola de NY

Embora o coronavírus siga como o maior fator de incerteza nos mercados globais, os investidores seguem otimistas e confiantes na economia americana enquanto aguardam o discurso de Powell.

As bolsas americanas tiveram mais um dia de recorde duplo em Wall Street, com o S&P e a Nasdaq. O bom humor americano se deve aos dados robustos da economia local e o bom desempenho do noticiário corporativo.

Nesta manhã, os índices futuros das bolsas de Nova York sinalizam mais um dia no azul.

Na cola dos resultados americanos, as bolsas asiáticas fecharam em alta.

O otimismo também prevalece na abertura dos mercados na Europa. No velho continente, expectativa também para a fala de Christine Lagarde, que fará um pronunciamento no Parlamento Europeu.

Destoando

A bolsa brasileira não conseguiu pegar carona no bom humor americano e continuou sob pressão.

Ontem, o Ibovespa caiu pela primeira vez aos 112 mil pontos em 2020, terminando o dia aos 112.570,30, após uma queda de 1,05%.

Enquanto o principal índice da bolsa fechava na mínima, o dólar encerrou mais um pregão na máxima. A moeda americana terminou a sessão com ganho de 0,03%, indo a R$4,3220. Um novo recorde para a moeda americana que já se valorizou 7,73% desde o começo de 2020.

Queda livre

As ações ordinárias do IRB puxaram o Ibovespa para baixo na sessão de ontem. A companhia viu suas ações despencarem 16,49% após a divulgação de uma nova carta da Squadra. A gestora aponta inconsistências no balanço da empresa. A XP Investimentos revisou para baixo a recomendação para as ações da empresa.

Na trilha

O banco Itaú continua como o mais rentável entre os grandes bancos brasileiros. Confirmando as expectativas, o bancão reportou um lucro recorrente de R$ 28,363 bilhões em 2019, uma alta de 10,2% em relação ao ano anterior.

A companhia ganhou R$ 1,97 bilhão com o IPO da XP Investimentos nos Estados Unidos.

Outros balanços

São Martinho teve lucro de R$ 342,9 mi no 4º trimestre, um salto de 420%. Ebitda foi de R$ 541,4 mi e receita, R$ 1 bi, crescimento de 22%.

Log teve lucro de R$ 38 milhões no 4º trimestre, salto de 295,3%. A receita líquida foi de R$ 34,7 mi.

Hoje temos a divulgação do balanço da Tim, após o fechamento.

Agenda

Além da ata do Copom e o discurso de Powell, o dia também reserva os dados regionais da produção industrial (9h).

Nos Estados Unidos, mais uma etapa das eleições primárias. O partido democrata realiza a prévia em New Hampshire.

Mais uma para a lista

O BV, antigo Banco Votorantin, entrou com o pedido de registro de companhia aberta e oferta de ações. A expectativa é que o IPO aconteça no segundo trimestre de 2020 e levante R$ 5 bilhões.

Fique de olho

  • Anatel suspendeu o acompanhamento especial da Oi por ter entendido que a empresa resolveu o risco de liquidez
  • Petrobras segue tentando negociar a venda da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), em TrÊs Lagoas
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ESTRADA DO FUTURO

Duas (e mais duas) formas de ganhar dinheiro com ações tech

Existe um elemento em comum entre as big tech que as fizeram crescer tanto nas últimas duas décadas. Será que você acerta qual é?

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies