⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-16T14:05:45-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Aposta na queda

XP deixa de recomendar compra para ações do IRB após nova carta da Squadra

Ações do IRB caem forte após novo documento de gestora, e XP afirma que ainda não obteve esclarecimentos suficientes da companhia para reavaliar os questionamentos levantados pela Squadra

10 de fevereiro de 2020
10:59 - atualizado às 14:05
Bolsa em queda
Imagem: Shutterstock

A XP Investimentos decidiu colocar a recomendação para as ações da resseguradora IRB Brasil em revisão depois da publicação de uma nova carta da gestora Squadra, que possui uma posição relevante vendida em papéis da companhia. A indicação anterior da XP para os papéis era de compra.

A gestora carioca publicou no início do mês uma carta aos investidores na qual argumenta que os resultados da resseguradora não são sustentáveis.

As ações do IRB reagem em forte queda de 12,98% na tarde de hoje, cotadas a R$ 34,40. Desde a publicação do primeiro documento da Squadra, a companhia perdeu 23% do valor de mercado – o equivalente a quase R$ 10 bilhões. Leia também nossa cobertura completa de mercados nesta segunda-feira.

A Squadra aponta uma diferença de R$ 1,5 bilhão entre o resultado contábil registrado pela companhia nos nove primeiros meses de 2019 e o que seria considerado recorrente – sem o efeito de itens que não vão mais se repetir.

O IRB declarou que não poderia comentar o assunto por estar em período de silêncio. Mas a diretoria da companhia promoveu teleconferências com analistas durante a semana passada para rebater os argumentos da Squadra.

A gestora decidiu, então, publicar um novo documento, no qual responde ao IRB e sustenta todos ajustes feitos ao balanço da companhia.

Em relatório a clientes, a XP informa que ainda não obteve esclarecimentos suficientes por parte da companhia para reavaliar os questionamentos levantados pela Squadra.

"Estamos colocando nossa cobertura sob revisão, dada a alta incerteza gerada pela falta de esclarecimentos por parte da empresa", escreveu o analista Marcel Campos.

Eu procurei novamente o IRB, que voltou a informar que não comentaria o assunto por estar em período de silêncio que antecede a divulgação do balanço do quarto trimestre, prevista para o próximo dia 18, após o fechamento dos mercados.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fora do ar

App do Itaú passa por segundo dia de instabilidade e clientes reclamam

30 de setembro de 2022 - 11:14

Na quinta-feira, Pix do Itaú e outros bancos já havia ficado fora do ar. Bancos alegaram instabilidade, mas não deram maiores detalhes

ELEIÇÕES 2022

Expectativas frustradas: Debate da Globo termina em 0 x 0 entre Lula e Bolsonaro, mas deixou um perdedor que pode definir a eleição

30 de setembro de 2022 - 11:05

Desempenho fraco de Ciro Gomes pode ser decisivo para definir uma disputa já afunilada há tempos entre Lula e Bolsonaro

CRYPTOSTORM

Como o metaverso deixará de ser o ‘Zoom com avatares’ e se tornará um universo digital? Analistas de criptomoedas e tecnologia respondem

30 de setembro de 2022 - 10:18

“Pra mim só existe o metaverso se a Nvidia for capaz de viabilizar isso. Não tem ninguém que esteja nem sequer perto do que esses caras estão fazendo”, afirma Richard Camargo

Conteúdo especial

Eleições 2022: petroleira privada e mais 3 ações ganham holofotes para 2023, com votação abrindo espaço para Ibovespa subir 25%; entenda

30 de setembro de 2022 - 10:00

Petroleira e ações do setor de saúde, bancário e do ramo de energia se destacam; entenda a fundo no material gratuito que liberamos

MERCADO EM 5 MINUTOS

Mercado em 5 Minutos — Direito de resposta: podemos pelo menos respirar no final do trimestre?

30 de setembro de 2022 - 9:45

O fim do terceiro trimestre conta com inúmeras frentes para prestarmos atenção: os riscos geopolíticos e de inflação não diminuem, enquanto as expectativas de crescimento menor continuam a permear o ambiente de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies