Menu
2020-02-16T14:05:45-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Aposta na queda

XP deixa de recomendar compra para ações do IRB após nova carta da Squadra

Ações do IRB caem forte após novo documento de gestora, e XP afirma que ainda não obteve esclarecimentos suficientes da companhia para reavaliar os questionamentos levantados pela Squadra

10 de fevereiro de 2020
10:59 - atualizado às 14:05
Bolsa em queda
Imagem: Shutterstock

A XP Investimentos decidiu colocar a recomendação para as ações da resseguradora IRB Brasil em revisão depois da publicação de uma nova carta da gestora Squadra, que possui uma posição relevante vendida em papéis da companhia. A indicação anterior da XP para os papéis era de compra.

A gestora carioca publicou no início do mês uma carta aos investidores na qual argumenta que os resultados da resseguradora não são sustentáveis.

As ações do IRB reagem em forte queda de 12,98% na tarde de hoje, cotadas a R$ 34,40. Desde a publicação do primeiro documento da Squadra, a companhia perdeu 23% do valor de mercado – o equivalente a quase R$ 10 bilhões. Leia também nossa cobertura completa de mercados nesta segunda-feira.

A Squadra aponta uma diferença de R$ 1,5 bilhão entre o resultado contábil registrado pela companhia nos nove primeiros meses de 2019 e o que seria considerado recorrente – sem o efeito de itens que não vão mais se repetir.

O IRB declarou que não poderia comentar o assunto por estar em período de silêncio. Mas a diretoria da companhia promoveu teleconferências com analistas durante a semana passada para rebater os argumentos da Squadra.

A gestora decidiu, então, publicar um novo documento, no qual responde ao IRB e sustenta todos ajustes feitos ao balanço da companhia.

Em relatório a clientes, a XP informa que ainda não obteve esclarecimentos suficientes por parte da companhia para reavaliar os questionamentos levantados pela Squadra.

"Estamos colocando nossa cobertura sob revisão, dada a alta incerteza gerada pela falta de esclarecimentos por parte da empresa", escreveu o analista Marcel Campos.

Eu procurei novamente o IRB, que voltou a informar que não comentaria o assunto por estar em período de silêncio que antecede a divulgação do balanço do quarto trimestre, prevista para o próximo dia 18, após o fechamento dos mercados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mercados hoje

Bolsas sobem em Nova York após dois dias de queda, mas petróleo pressiona índice de empresas brasileiras

Otimismo com retomada da economia norte-americana impulsiona bolsas. A maior surpresa do dia é o Nasdaq, que sobe mesmo com o peso das ações da Netflix

O varejo ferve

Renner mira compra da Dafiti com recursos da oferta de ações

Varejista anunciou captação de até R$ 6,5 bilhões na bolsa e pode usar os recursos para fazer uma proposta pelo e-commerce de moda

Pouso forçado

Demanda por voos deve encerrar o ano em menos da metade do nível pré-pandemia

O prejuízo total das companhias aéreas em 2021 deve ficar entre US$ 47 bilhões e US$ 48 bilhões, de acordo com a ação Internacional de Transporte Aéreo (Iata)

Agora vai?

Governo vai reduzir valor de arrecadação por áreas “micadas” do pré-sal em novo leilão

A arrecadação que o governo pretende receber pela exploração de dois campos do pré-sal foi reduzida em R$ 25,5 bilhões; novo leilão deve acontecer em dezembro

Mercado de capitais

FGTS embolsa quase R$ 900 milhões com venda de ações da Alupar em oferta

O fundo que reúne o dinheiro dos trabalhadores com carteira assinada tinha uma participação de 12% no capital do grupo de geração e transmissão de energia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies