Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-28T18:37:21-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Balanço

De olho no futuro: veja como os analistas reagiram aos resultados da Vale

Os números da mineradora no quarto trimestre de 2018 ficaram dentro do esperado pelos analistas. As atenções, agora, voltam-se para 2019 e os impactos do rompimento da barragem de Brumadinho

28 de março de 2019
12:16 - atualizado às 18:37
Navio da Vale
Após balanço, ações da Vale tem dia praticamente estávelImagem: Agência Vale

As ações ON da Vale operam perto da estabilidade no pregão desta quinta-feira, com o mercado reagindo de maneira contida ao balanço trimestral da mineradora, divulgado na noite de ontem.

Embora a empresa tenha reportado lucro líquido de US$ 6,860 bilhões em 2018, uma alta de 24,6% em relação ao ano anterior, analistas ponderam que os números ficaram relativamente dentro do esperado, sem maiores surpresas.

Em linhas gerais, as análises lembram que os resultados o quarto trimestre ainda não refletem os impactos do rompimento da barragem da empresa em Brumadinho (MG). Assim, a expectativa estava mais concentrada sobre as possíveis atualizações e projeções a serem fornecidas pela Vale para 2019 — e a mineradora não entrou em maiores detalhes nesse front.

Nesse contexto, os papéis da Vale passaram o dia oscilando ao redor da estabilidade e fecharam em queda de 0,6%. O Ibovespa teve alta de 2,7%, aos 94.388,94 pontos.

BTG Pactual — Ainda não há base para fornecer respostas

Recomendação: Compra

Preço-alvo (ADR): US$ 15,50

"O Ebitda do quarto trimestre, de US$ 4,46 bilhões, ficou amplamente em linha com nossas estimativas"

"Investidores estão atrás de indicações a respeito de provisões, guidance de volume de minério de ferro, impairments e atualizações na política de dividendos, entre outros pontos. É perfeitamente compreensível que, neste ponto, a administração não esteja em posição para fornecer ao mercado respostas concretas a respeito dos impactos financeiros totais relacionados à tragédia de Brumadinho"

"Considerando tudo, os resultados não devem ser o catalisador que o mercado aguardava e esperamos uma reação relativamente neutra do mercado (toda a atenção à teleconferência)"

Safra — Resultados não devem mexer com o mercado

Recomendação: Neutra

Preço-alvo (ADR): US$ 18,10

"A Vale reportou números neutros, em linha com o consenso e um pouco abaixo de nossas estimativas"

"Ainda vemos alguns riscos relacionados ao rompimento da barragem de Brumadinho, como os impactos nos embarques de minério, as despesas relacionadas aos litígios e os investimentos a serem feitos para recuperar a região afetada pela tragédia"

"Mas os fatores positivos que vimos após o rompimento ainda dão suporte a nossa recomendação. São eles: os preços de minério de ferro, que estão acima de nossa estimativa de US$ 65 para 2019; a concentração de produção de aço na China, que menta a demanda por produtos de alta qualidade; e as melhorias operacionais"

Itaú BBA — Números fortes; meta de desalavanacagem foi atingida

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo (ADR): US$ 15,50

"A dívida líquida caiu para US$ 9,7 bilhões, ficando pela primeira vez abaixo da meta de US$ 10 bilhões anunciada no quarto trimestre de 2017"

"Esperamos que os resultados do primeiro trimestre de 2019 permaneçam fortes, com os preços mais altos do minério de ferro compensando a queda esperada nos volumes"

UBS — Resultados foram mistos

Recomendação: Neutro

Preço-alvo (ADR): US$ 13

"O custo de breakeven do minério de ferro para a China aumentou em US$ 3,6/t, para US$ 34/t, influenciado pelos investimentos mais elevados para sustentação das operações"

"As taxas de frete surpreendentemente caíram menos de US$ 1/t, mas esperamos que essas tarifas caiam mais durante a primeira metade de 2019 para dar suporte às margens operacionais"

"Para a segunda metade desse ano, alertamos que as pressões sazonais nas margens do aço podem pesar sobre os prêmios do minério de ferro"

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

TAMANHO FAZ DIFERENÇA?

Futebol combina com lucro? Conheça os principais candidatos a SAF e para que tipo de clube ela pode ser mais interessante

Porte do clube faz diferença na hora de se decidir pela possibilidade de transformação em Sociedade Anônima do Futebol

Fechamento Hoje

Tensão entre Rússia e Ucrânia e expectativa com reunião do Fed derrubam bolsas pelo mundo, e Ibovespa cai quase 1%, mas NY vira para o azul na reta final

Wall Street consegue uma virada impressionante e fechar em alta, depois de índices terem chegado a cair mais de 3%; Ibovespa reduziu perdas, mas ainda fechou com queda significativa, enquanto dólar subiu

NOVOS NEGÓCIOS

Google está de olho nas criptomoedas e vai criar unidade de negócio dedicada ao blockchain; entenda o que está por trás da decisão

Antes de se aventurar, gigante de tecnologia assistiu com cautela as movimentações das concorrentes para entrar no mercado de criptomoedas

MELHORA ARTIFICIAL

Pedidos de recuperação judicial caem em 2021 ao menor nível desde 2014

Para os especialistas os números do ano passado não representam uma recuperação econômica, mas uma melhora artificial no ambiente de negócios promovida por políticas públicas pontuais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies