Menu
2019-03-28T18:37:21-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Balanço

De olho no futuro: veja como os analistas reagiram aos resultados da Vale

Os números da mineradora no quarto trimestre de 2018 ficaram dentro do esperado pelos analistas. As atenções, agora, voltam-se para 2019 e os impactos do rompimento da barragem de Brumadinho

28 de março de 2019
12:16 - atualizado às 18:37
Navio da Vale
Após balanço, ações da Vale tem dia praticamente estávelImagem: Agência Vale

As ações ON da Vale operam perto da estabilidade no pregão desta quinta-feira, com o mercado reagindo de maneira contida ao balanço trimestral da mineradora, divulgado na noite de ontem.

Embora a empresa tenha reportado lucro líquido de US$ 6,860 bilhões em 2018, uma alta de 24,6% em relação ao ano anterior, analistas ponderam que os números ficaram relativamente dentro do esperado, sem maiores surpresas.

Em linhas gerais, as análises lembram que os resultados o quarto trimestre ainda não refletem os impactos do rompimento da barragem da empresa em Brumadinho (MG). Assim, a expectativa estava mais concentrada sobre as possíveis atualizações e projeções a serem fornecidas pela Vale para 2019 — e a mineradora não entrou em maiores detalhes nesse front.

Nesse contexto, os papéis da Vale passaram o dia oscilando ao redor da estabilidade e fecharam em queda de 0,6%. O Ibovespa teve alta de 2,7%, aos 94.388,94 pontos.

BTG Pactual — Ainda não há base para fornecer respostas

Recomendação: Compra

Preço-alvo (ADR): US$ 15,50

"O Ebitda do quarto trimestre, de US$ 4,46 bilhões, ficou amplamente em linha com nossas estimativas"

"Investidores estão atrás de indicações a respeito de provisões, guidance de volume de minério de ferro, impairments e atualizações na política de dividendos, entre outros pontos. É perfeitamente compreensível que, neste ponto, a administração não esteja em posição para fornecer ao mercado respostas concretas a respeito dos impactos financeiros totais relacionados à tragédia de Brumadinho"

"Considerando tudo, os resultados não devem ser o catalisador que o mercado aguardava e esperamos uma reação relativamente neutra do mercado (toda a atenção à teleconferência)"

Safra — Resultados não devem mexer com o mercado

Recomendação: Neutra

Preço-alvo (ADR): US$ 18,10

"A Vale reportou números neutros, em linha com o consenso e um pouco abaixo de nossas estimativas"

"Ainda vemos alguns riscos relacionados ao rompimento da barragem de Brumadinho, como os impactos nos embarques de minério, as despesas relacionadas aos litígios e os investimentos a serem feitos para recuperar a região afetada pela tragédia"

"Mas os fatores positivos que vimos após o rompimento ainda dão suporte a nossa recomendação. São eles: os preços de minério de ferro, que estão acima de nossa estimativa de US$ 65 para 2019; a concentração de produção de aço na China, que menta a demanda por produtos de alta qualidade; e as melhorias operacionais"

Itaú BBA — Números fortes; meta de desalavanacagem foi atingida

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo (ADR): US$ 15,50

"A dívida líquida caiu para US$ 9,7 bilhões, ficando pela primeira vez abaixo da meta de US$ 10 bilhões anunciada no quarto trimestre de 2017"

"Esperamos que os resultados do primeiro trimestre de 2019 permaneçam fortes, com os preços mais altos do minério de ferro compensando a queda esperada nos volumes"

UBS — Resultados foram mistos

Recomendação: Neutro

Preço-alvo (ADR): US$ 13

"O custo de breakeven do minério de ferro para a China aumentou em US$ 3,6/t, para US$ 34/t, influenciado pelos investimentos mais elevados para sustentação das operações"

"As taxas de frete surpreendentemente caíram menos de US$ 1/t, mas esperamos que essas tarifas caiam mais durante a primeira metade de 2019 para dar suporte às margens operacionais"

"Para a segunda metade desse ano, alertamos que as pressões sazonais nas margens do aço podem pesar sobre os prêmios do minério de ferro"

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Novos dados

Brasil tem 374.898 casos confirmados e 23.473 óbitos de covid-19

Até o momento, 153.833 pacientes estão recuperados da covid-19

seu dinheiro na sua noite

Descompressão geral

Caro leitor, Hoje foi dia de alívio geral nos mercados brasileiros, em continuidade ao movimento iniciado no mercado futuro na última sexta-feira, após a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril. O entendimento do mercado é de que não havia fatos novos no vídeo que pudessem trazer mais preocupações à governabilidade, e […]

Olho no balanço

Magazine Luiza tem lucro líquido de R$ 30,8 milhões no 1T, em queda de 77%

Empresa estima que as lojas físicas deixaram de vender cerca de R$ 500 milhões nos últimos dias de março com o fechamento pelas medidas de isolamento social

Concessões rodoviárias

Ministro volta a afastar prorrogação de rodovias perto de fim da concessão

Aumentar o prazo de concessão é uma das formas de o governo reequilibrar contratos que foram afetados pela pandemia do novo coronavírus

Mudança de foco

Após 3 anos, CPFL deixa mercado de geração distribuída solar residencial

Grupo, controlado pela estatal chinesa State Grid, optou por focar os seus esforços no mercado de GD solar para grandes consumidores por meio da CPFL Soluções

Ex-ministro da Fazenda

Reabertura da economia não está para ser anunciada na Grande SP, diz Meirelles

O secretário da Fazenda e do Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, disse nesta segunda-feira, 25, que o governo estadual “não está para anunciar” uma reabertura da economia na Região Metropolitana de São Paulo

Mercados tranquilos

Alívio generalizado: Ibovespa dispara e dólar cai a R$ 5,45 na sessão pós-vídeo

O Ibovespa foi às máximas desde 10 de março e o dólar à vista chegou à menor cotação em maio. Os investidores aproveitaram o feriado nos EUA para focar nas questões domésticas — com destaque para o vídeo da reunião ministerial, divulgado no fim da tarde de sexta

Presidente falou hoje

Bolsonaro atribui imagem ruim à ‘imprensa mundial de esquerda’

A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira, 25, a uma apoiadora que o recomendou usar a Secretaria Especial de Comunicação para fazer propaganda positiva

otimismo apesar de covid-19

Vamos arrebentar na venda de aeroportos, vamos conseguir vender todos, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, demonstrou nesta segunda-feira, 25, otimismo com os próximos leilões de aeroportos, mesmo diante da pandemia, que afeta bruscamente a aviação civil

Dados de hoje

Déficit da balança brasileira na 3ª semana de maio foi de US$ 701 milhões

A balança comercial brasileira registrou déficit comercial de US$ 701 milhões na terceira semana de maio (de 18 a 24), de acordo com dados divulgados hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements