Menu
2019-04-03T17:52:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Com incertezas políticas

UE corta projeção de avanço do PIB da Zona do Euro em 2019

Incertezas políticas e econômicas podem ocasionar em riscos negativos, segundo o órgão Executivo da União Europeia

7 de fevereiro de 2019
14:01 - atualizado às 17:52
União Europeia, zona do euro
Imagem: Shutterstock

A Comissão Europeia cortou a sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro em 2019 de 1,9% para 1,3% e, em 2020, de 1,7% para 1,6%.

A estimativa para a União Europeia também foi revisada para baixo, de 1,9% para 1,5% neste ano e de 1,8% para 1,7% no ano que vem. As previsões anteriores haviam sido divulgadas em novembro.

"Um nível elevado de incerteza cerca a perspectiva econômica e as projeções estão sujeitas a riscos negativos", afirma o órgão Executivo da União Europeia em comunicado.

"Tensões comerciais, que têm pesado sobre o sentimento por algum tempo, foram aliviadas até certo ponto mas permanecem uma preocupação. (...) Para a UE, o processo do Brexit permanece uma fonte de incerteza", complementa.

A possibilidade de um aperto fiscal abrupto nos Estados Unidos em 2020 também gera riscos ao crescimento na região, segundo Bruxelas.

"Após o seu pico em 2017, a desaceleração da economia da União Europeia deve continuar em 2019", afirmou em nota o comissário para Assuntos Econômicos e Financeiros da UE, Pierre Moscovici. "Essa desaceleração deve ser mais pronunciada que esperávamos no outono passado, especialmente na zona do euro, devido a incertezas no comércio global e fatores domésticos na nossa maior economia", completou, referindo-se à Alemanha.

As revisões para os PIBs desse país e da Itália foram significativas. O Executivo da União Europeia ajustou sua previsão para o avanço da economia alemã em 2019 de 1,8% para 1,1% e, para a atividade italiana, de 1,2% para 0,2%. Já para 2020, a estimativa para o PIB da Alemanha foi mantida em aumento de 1,7%, enquanto o da Itália foi revisto de 1,3% para 0,8%.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies