O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-05T17:02:06-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Ressaca pós-Fed: S&P 500, Nasdaq e Dow Jones tem pior dia do ano; entenda o movimento das bolsas nos EUA

O jogo virou na sessão desta quinta-feira (05), com a eurforia por um aperto monetário menos agressivo cedendo lugar para preocupações com as condições financeiras mais restritivas nos mercados

5 de maio de 2022
17:02
Tinta vermelha simula sangue na palavra Wall Street
Imagem: Shutterstock

O mercado de ações norte-americano enfrentou uma ressaca daquelas nesta quinta-feira (05) — que deixou a euforia do dia anterior apenas como uma lembrança. O S&P 500, o Nasdaq e o Dow Jones tiveram hoje o seu pior dia do ano na esteira da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed). 

Na quarta-feira (04), o banco central norte-americano anunciou um aumento de 0,50 ponto percentual (pp) da taxa de juros, que passou para a faixa entre 0,75% e 1,00% ao ano — a maior elevação em mais de duas décadas. 

Na ocasião, os investidores não se assustaram com o aumento da dose do aperto monetário — a alta de março, a primeira desde 2018, foi menor, de 0,25 pp. 

Ontem, o mercado preferiu se ater às declarações do presidente do Fed, Jerome Powell. Ele afastou a possibilidade de um aperto monetário ainda mais agressivo, de 0,75 pp ou mais, e demonstrou confiança na estabilização da inflação nos EUA. 

Segundo analistas, a reação de hoje veio depois que os investidores passaram a avaliar que as condições do mercado ficarão ainda mais restritas com a perspectiva de novas elevações de juros de 0,50 pp pelo Fed, indicadas ontem por Powell. 

Confira a variação e a pontuação dos principais índices de ações dos EUA:

  • Dow Jones: -3,11%, 33.00,1,33 pontos
  • S&P 500: -3,55%, 4.147,69 pontos
  • Nasdaq: -4,99%, 12.317,69 pontos

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM: análises de mercado, insights de investimentos e notícias exclusivas sobre finanças

Parece que o jogo virou…

Mas ao que tudo indica, o jogo virou nesta quinta-feira (05). As ações sofreram seu pior dia do ano, apagando completamente os ganhos da sessão anterior em uma reversão impressionante que aprofundou as perdas do mercado em 2022.

O setor de tecnologia foi o mais castigado, com uma queda de mais de 7% da Amazon, seguida de fortes perdas da Meta (dona do Facebook), da Alphabet (dona do Google), da Apple e da Microsoft. 

O aumento da taxa básica pode pressionar as ações de tecnologia orientadas para o crescimento, pois tornam os lucros futuros menos atraentes para os investidores.

Nessa onda, os juros projetados pelos títulos de dívida de referência de dez anos do Tesouro dos EUA chegaram a saltar a 3,1% — o nível mais alto desde novembro de 2018.

S&P 500 cai, e as bolsas na Europa?

Assim como o S&P 500, os mercados europeus fecharam em baixa nesta quinta-feira, apesar de permanecerem em alta durante grande parte do pregão. A exceção foi Londres, que conseguiu sustentar os ganhos até o final do dia. 

O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou em queda de 0,8%, com as ações de viagens perdendo mais de 3,6% e as ações de seguros caindo 2,8%.

  • Londres:+0,13%
  • Paris: -0,43%
  • Frankfurt: -0,49%

Os investidores na Europa também digeriram a decisão do Fed e suas repercussões sobre a economia e os mercados, mas o foco no velho continente foi no Banco da Inglaterra (BoE). 

O BoE elevou a taxa de juros para o nível mais alto em 13 anos em uma tentativa de combater a inflação que não dá tréguas.

O Comitê de Política Monetária do BoE aprovou um aumento de 0,25 pp por maioria, elevando a taxa básica de juros para 1%. A autoridade monetária disse que os três dissidentes preferiam elevar os juros em 0,5 ponto percentual, para 1,25%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

'PERGUNTA PRO SACHSIDA'

Bolsonaro se pronuncia sobre ‘fritura’ e possível substituição do presidente da Petrobras (PETR4)

Bolsonaro voltou a dizer que “ninguém vai tabelar preço de combustível”, mas afirmou que a “finalidade social” da Petrobras não está sendo cumprida

BAIXOU A PREVISÃO

Magazine Luiza (MGLU3) rebaixado: JP Morgan corta previsão para ações antes do balanço de amanhã, mas projeção ainda é de alta de quase 50%; entenda motivos

O cenário de alta dos juros deve pressionar o varejo, mas o JP Morgan entende que a empresa está bem posicionada no setor

ESFRIOU

Ano deve ter queda de fusões e aquisições, mas 2022 conta com negócios de grante porte até o momento; relembre algumas delas

Entre os fatores que causaram essa freada, estão a guerra entre Rússia e Ucrânia e a expectativa de desaceleração na China, após lockdowns para conterdos casos de covid

SEU DIA EM CRIPTO

Terra (LUNA) não acompanha recuperação do bitcoin (BTC) neste domingo; criptomoedas tentam começar semana com pé direito

Mesmo com a retomada de hoje, as criptomoedas acumulam perdas de mais de dois dígitos nos últimos sete dias

A COISA VAI ESQUENTAR

Novo capítulo da guerra? Vizinhos da Rússia, Finlândia e Suécia devem se juntar à Otan e tensão na região aumenta

Vladimir Putin, presidente russo, já havia dito que a entrada dos países na Organização exigiria retaliações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies