Menu
2019-06-25T16:12:13-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Investimentos

Tesouro Direto ganha menos investidores em maio, mas já supera o total de 2018

Ritmo de entrada de novos aplicadores perdeu fôlego, mas já temos mais de 248 mil investidores ativos em cinco meses

25 de junho de 2019
15:58 - atualizado às 16:12
Baú de tesouro com moedas e bússola
Imagem: PaulPaladin/Shutterstock

A entrada de novos investidores no Tesouro Direto desacelerou em maio, mas o volume de pessoas que operaram títulos públicos já passa de 248 mil nos cinco primeiros meses de 2019, superando os 220 mil vistos em todo o ano passado.

Em maio, foram registrados 28.545 novos investidores ativos, contra a média de 55 mil novos operadores que se observou nos quatro primeiros meses do ano. Se o leitor ainda não conhece o Tesouro Direito, pode tirar suas dúvidas nesse e-book gratuito.

Segundo o Tesouro, a redução tem relação com um evento histórico ocorrido em maio, o vencimento de R$ 9 bilhões em títulos Tesouro IPCA 2019 (NTN-B Principal). Parte dos 130 mil investidores ficou com o dinheiro pago pelo Tesouro e ainda não reinvestiu. Mas a expectativa para os próximos meses é de voltar à média de 50 mil ou mais investidores ativos por mês. De fato, os dados parciais para junho já apontam isso.

O número total de investidores ativos chegou a 1.035.092, o que representa um crescimento de 70% em 12 meses. Já o total de cadastrados no sistema atingiu 4.193.385, alta de 90% em 12 meses.

Também reflexo do vencimento recorde do mês, o Tesouro fechou o mês com resgate líquido de R$ 4,203 bilhões. Ao longo do mês, as emissões somaram R$ 5,86 bilhões, enquanto os resgates totais foram de R$ 10,066 bilhões.

Em maio, os papéis mais demandados foram aqueles indexados à inflação, que responderam por 50,8% das vendas. Os papéis atrelados à Selic responderam por 36,5% e os prefixados, por 12,7%.

Ao longo do mês foram realizadas 572.214 operações de venda de títulos a investidores. A utilização do programa por pequenos investidores pode ser observada pelo número de vendas até R$ 5 mil, que correspondeu a 80,5% das vendas ocorridas no mês. O valor médio por operação foi de R$ 10.242,33.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SOB NOVA DIREÇÃO

Em assembleia tensa, acionistas da Petrobras destituem Castello Branco

Minoritários chegaram a indicar quatro candidatos, mas mudaram de ideia e retiraram duas candidaturas, diante da falta de votos

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Como ficam as ações dos países emergentes com a recuperação nos EUA?

Como as ações acompanham os lucros, há um fluxo de recursos para os EUA em detrimento do que foi verificado no final do ano passado

Entrevista exclusiva

PicPay chega aos 50 milhões de usuários e fundador fala dos planos para chegar aos celulares de todos os brasileiros

Com IPO no radar, aplicativo segue a trilha aberta pelo chinês WeChat e acelera crescimento com novos serviços e a contratação de pesos-pesados do mercado

IR 2021

Até quem já morreu precisa prestar contas ao Leão: como fazer declaração de espólio e informar herança no IR

Declarar espólio é obrigatório quando este se enquadra nas regras de obrigatoriedade e quando ocorre a conclusão do processo de inventário; herdeiros também precisam informar valores recebidos nas suas declarações

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies