⚽️ Jogos das quartas-de-final começam a se desenhar; confira os dias da próxima fase

Cotações por TradingView
2019-04-03T18:22:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Salto de 368%

Com Fibria, Suzano registra lucro de R$ 2,987 bilhões no 4º trimestre

Excluindo Fibria, companhia reverteu prejuízo e obteve lucro líquido de R$ 1,462 bilhão, indicando um salto de 308,5% ante lucro de R$ 358 milhões de igual período do ano anterior

22 de fevereiro de 2019
11:09 - atualizado às 18:22
Linha de produção da Suzano SUZB3
Linha de produção da Suzano - Imagem: Clayton de Souza/Estadão Conteúdo

A Suzano registrou um lucro líquido pro forma, que inclui as operações da Fibria, de R$ 2,987 bilhões no 4º trimestre de 2018. Os resultados foram anunciados nessa quinta-feira, 21.

O desempenho da companhia veio 368% acima do lucro registrado em 2017. Os números também vieram 192% acima daqueles do lucro de R$ 1,022 bilhão no terceiro trimestre de 2018.

Excluindo Fibria, a Suzano obteve lucro líquido de R$ 1,462 bilhão no quarto trimestre, indicando um salto de 308,5% ante lucro de R$ 358 milhões de igual período do ano anterior.

O valor veio acima da expectativa dos analistas que girava em torno de R$ 1,152 bilhão.

Roic

O Retorno sobre o Capital Investido (ROIC) pro forma da nova Suzano, principal métrica de desempenho da empresa, passou para 20,8% ao final de dezembro. No final de 2017, o ROIC estava em 14,5%.

De outubro a dezembro, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado pro forma da Suzano, termômetro do mercado para mensurar a capacidade operacional das empresas, atingiu R$ 3,550 bilhões.

A performance representa um avanço de 4% ante igual intervalo de 2017 e queda de 34% ante o trimestre imediatamente anterior. A margem Ebitda ajustado pro forma passou de 59% em setembro para 52% em dezembro. Em dezembro de 2017, a margem estava em 51%.

Sem a Fibria, a Suzano teria reportado Ebitda ajustado de R$ 1,595 bilhão, alta de 11,9% em relação a um ano antes e queda de 24,7% frente ao terceiro trimestre.

A receita líquida pro forma da Suzano totalizou R$ 7,242 bilhões no quarto trimestre de 2018, alta de 1% em relação ao mesmo período de 2017 e queda de 6% frente ao terceiro trimestre. Excluindo a Fibria, a Suzano teria reportado receita de R$ 3,229 bilhões, alta de 2,8% em relação a um ano antes e queda de 19,4% frente ao terceiro trimestre.

Em 2018, o lucro líquido pro forma da Suzano cresceu 16% ante o ano anterior, para R$ 3,378 bilhões. Na mesma base de comparação, o Ebitda ajustado pro forma registrou um salto de 71%, para R$ 16,361 bilhões, com a margem Ebitda avançando de 46% para 55%. No ano, a receita líquida aumentou 42%, somando R$ 31,7 bilhões.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

FUTEBOL NA WEB3

Um novo tipo de figurinha: Fifa e Crypto.com anunciam lançamento de NFTs da Copa do Mundo no Catar

5 de dezembro de 2022 - 13:27

FIFA fecha parceria com a Coca-Cola e a plataforma Crypto.com para criar 10 mil artes exclusivas criadas pelo artista Gmunk dedicadas à Copa do Mundo no Catar

DINHEIRO NOVO

Mais uma empresa novata na B3 pede dinheiro aos acionistas e planeja aumento de capital por valor 62% abaixo do IPO

5 de dezembro de 2022 - 12:26

A provedora de serviços de internet Desktop (DESK3) fará um aumento de capital privado de até R$ 300 milhões; ações caem forte na B3

ESTÁGIO E TRAINEE

Natura e Porto Seguro estão com vagas abertas para estágio e trainee; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 2,9 mil

5 de dezembro de 2022 - 12:19

As empresas aceitam candidaturas de estudantes e recém-formados, em diversos cursos; o início está previsto entre janeiro e março de 2023

OPORTUNIDADE NA CRISE

Será a volta por cima? Credit Suisse atrai o interesse de príncipe saudita e de fundo dos EUA

5 de dezembro de 2022 - 12:11

Propostas à nova unidade do Credit Suisse ainda não foram formalizadas, mas totalizaram o equivalente a mais de US$ 1 bilhão, segundo o Wall Street Journal

DESTAQUES DA BOLSA

Construtoras da B3 recuam em bloco hoje: por que a alta dos juros futuros prejudica as ações do setor?

5 de dezembro de 2022 - 12:08

No caso da Even, que registra uma das maiores quedas do setor, pesou também uma notícia corporativa: a renúncia de um de seus diretores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies