Menu
2019-08-06T17:15:55-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Nova corretora

Com plataforma Pi, Santander vai levar gestores de fortunas ao pequeno investidor

O plano é conquistar pelo menos 1 milhão de clientes em um prazo de três a quatro anos com a plataforma, que vai devolver ao cliente os recursos que seriam destinados para remunerar o agente autônomo

14 de março de 2019
14:53 - atualizado às 17:15
Pi Investimentos, do Santander
Pi, plataforma de investimentos do Santander - Imagem: Montagem Andrei Morais

Hoje é dia 14/3. Ou 3/14, na forma adotada nos Estados Unidos. Não por acaso, é também o dia do número matemático Pi, que equivale a (aproximadamente) 3,14. E menos acaso ainda foi a escolha da data para o lançamento da Pi, a plataforma de investimentos do Santander.

Eu estive nesta quinta-feira na entrevista coletiva que marcou o lançamento oficial da Pi, que está disponível nas lojas de aplicativos de celular e no site www.vemprapi.com.br.

O Santander chega com certo atraso em um mercado que enfrenta uma concorrência entre as plataformas independentes e as grandes instituições financeiras, onde ainda estão concentrados os recursos da maior parte dos investidores. O plano é conquistar pelo menos 1 milhão de clientes em um prazo de três a quatro anos.

Para chegar lá, a Pi aposta em dois diferenciais em relação às plataformas existentes no mercado. Além de ter uma prateleira de produtos com fundos e aplicações como CDBs, LCI, LCA e outros, a Pi vai oferecer também o serviço de gestão de carteiras de gestores que hoje atuam apenas para clientes multimilionários, do segmento private dos bancos e dos chamados "family offices".

"O conceito de democratização parece batido, mas hoje o investidor não consegue montar uma carteira de excelência", disse Felipe Bottino, CEO da Pi.

As carteiras da corretora serão montadas com base em objetivos, como aposentadoria, montar um negócio ou a educação dos filhos. Um exemplo disponível hoje no site é o "F*#da-se idade mínima", uma referência à proposta de reforma da Previdência e criada para o investidor com foco no longo prazo. A carteira tem uma meta de retorno de 140% do CDI e uma volatilidade média de 5%.

A corretora fechou com quatro gestoras para fazer a administração das carteiras: Tag Investimentos, Vitreo e CA Indosuez, além da própria equipe do private do Santander. Outros quatro gestores devem ser incluídos futuramente.

As taxas de administração das carteiras também serão competitivas e variam de 0,7% a 1% ao ano, em alguns casos com taxa de performance sobre o que exceder o CDI. A expectativa é que a escala da plataforma remunere o trabalho desses gestores, mais caros que a média do mercado, segundo Bottino.

No lugar do agente autônomo, pontos

Assim como outras plataformas de investimento, a Pi não trabalha com a figura do agente autônomo, como fazem concorrentes como a XP Investimentos e o BTG Pactual Digital.

A diferença é que a Pi decidiu devolver para o cliente uma parcela da remuneração dos produtos de investimento que seria destinada ao agente autônomo.

Para isso, a plataforma do Santander criou um sistema de acúmulo de pontos, parecido com os programas de milhagem de cartões de crédito e empresas aéreas, e que são revertidos em dinheiro na conta.

Por exemplo: o investimento de R$ 5 mil em um CDB com vencimento em 2024 daria ao cliente 2 mil pontos, o equivalente a R$ 20.

Em fases

A Pi nasceu com uma oferta bem limitada de produtos. Hoje estão disponíveis apenas as aplicações de títulos bancários. A prateleira de fundos e as carteiras só devem entrar no sistema em abril.

O investimento no Tesouro Direto, previdência privada e ações também ficou mais para frente. Mas a ideia é ter toda a gama de produtos de investimentos disponível até o fim do ano, segundo Bottino, que veio da Icatu Seguros para comandar o projeto.

Embora o Santander tenha 100% do capital, a Pi opera de forma independente e funciona em um "coworking" que fica a aproximadamente três quilômetros da sede do banco em São Paulo.

O Santander não revelou os investimentos na Pi, mas sabe-se que se trata de um projeto estratégico para o banco. A equipe conta hoje com 70 pessoas de várias especialidades, inclusive uma especialista em games que veio da Nintendo. A plataforma começou a operar em fase de testes há algumas semanas, quando atraiu os 2 mil primeiros clientes.

Se você é um dos clientes que testou a plataforma, conte nos comentários logo abaixo ou no meu Twitter como foi a sua experiência.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

QUESTIONAMENTOS

Frente parlamentar aciona STF para suspender reforma administrativa

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão imediata da tramitação da reforma administrativa. No mandado de segurança, deputados e senadores argumentam que não é possível analisar a proposta por falta de informações técnicas. Segundo os parlamentares, a imposição de sigilo nos documentos que […]

BALANÇO

BC informa que 50 milhões de chaves já foram cadastradas no Pix

O Pix é um sistema que permitirá pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Esse tal de BDR

O mercado financeiro adora usar termos e siglas em inglês, talvez para tornar a coisa mais difícil do que realmente é. Nos últimos dias você já deve ter lido, inclusive aqui no Seu Dinheiro, sobre um tal de BDR. As três letras vêm de Brazilian Depositary Receipts. O quê? Calma, nós chegamos lá. O BDR é […]

As queridinhas

Tesla, Apple e Mercado Livre são os BDRs mais negociados no 1º dia de mercado aberto a todos os investidores

Empresas de tecnologia dominaram o primeiro dia de negociações liberadas a qualquer investidor, que teve volume superior à média

embalou

Ibovespa fica perto dos 102 mil pontos com disparada dos bancos e alta em NY; dólar cai abaixo do R$ 5,60

Papéis de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco terminam sessão entre as cinco maiores altas do índice, que fechou perto da máxima; moeda americana recua 0,36% e juros sobem em dia de leilão do Tesouro e à espera de novidades fiscais. Lá fora, expectativa para estímulos alivia bolsas americanas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies