Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-21T17:36:56-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Batalha da Comunicação

Reforma da Previdência elevará a renda dos mais pobres

A afirmação é do Ministério da Economia, que apresentou mais um estudo para defender a proposta do governo

21 de março de 2019
17:36
Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante cerimônia de transmissão de cargo para o novo presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto. - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia segue na batalha da comunicação e tentando responder à pergunta: “O que eu ganho com a reforma da Previdência?”.

A SPE já apresentou um estudo afirmando que todos estaremos R$ 5,8 mil mais pobres em 2023 sem a realização da reforma. Agora, os técnicos liderados pelo secretário Adolfo Sachsida mostram que esse ganho de renda proveniente do impacto da reforma na economia se concentrará na parcela mais pobre da população.

Para fazer isso, a população foi dividida em 10 segmentos, em que o menor decil corresponde aos 10% mais pobres e o maior aos 10% mais ricos. Feito isso observa-se a variação anual média da renda de cada decil em dois cenários diferentes, no período 2019-2023. Um sem a adoção da nova Previdência, usando uma média de variação do PIB de queda 0,5% ao ano; e outro com a adoção da reforma, com taxa média de crescimento de 3% ao ano.

O resultado mostra que o decil mais pobre é o que mais ganha com a reforma, com aumento médio anual de renda familiar de 3,48% ao ano, contra um avanço de 2,63% do decil mais rico.

Sem reforma é o mais pobre que tem maior perda, com redução da renda média anual de 0,54%, contra retração de 0,41% do mais rico.

“Dessa forma, a nova Previdência traz ganhos a todos os brasileiros, mas favorece, particularmente, aqueles com renda mais baixa, cuja renda média terá maior aumento”, diz o estudo.

Os estudos da SPE tentam municiar o governo e sua base aliada de argumentos fundamentados para defender a reforma e lutar contra as "fake news" de que a parcela mais pobre da população será penalizada.

Segundo a SPE, a proposta tem como objetivos fundamentais propiciar as bases para a sustentabilidade fiscal e garantir um sistema previdenciário mais justo, ao cobrar contribuição previdenciária menor de quem ganha menos e combater privilégios de categorias específicas.

Nessas "categorias específicas" estão boa parte do funcionalismo público e dos trabalhadores privados de maior renda que se aposentam mais cedo por conseguirem completar o tempo de contribuição.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Planeje-se!

Fuja do Paulo Guedes! Como pagar menos imposto para o governo e ainda aumentar a sua renda para a aposentadoria

Não fique à mercê das reformas do Ministério da Economia. Utilizada da maneira correta, previdência privada pode te ajudar a pagar menos imposto de renda e a não depender totalmente da Previdência Social

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies