🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Arrecadação de R$ 219,5 milhões

Após leilão de portos, ministro da Infraestrutura diz que resultado confirma confiança no Brasil

Tarcísio Freitas afirmou que privatização dos terminais deverá melhorar a distribuição de combustíveis, especialmente no Nordeste

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
22 de março de 2019
12:32 - atualizado às 14:50
Tarcísio Gomes de Freitas
Imagem: Divulgação/PPI.gov

Após o governo arrecadar R$ 219,5 milhões com outorgas em leilão de portos realizado na manhã desta sexta-feira, 22, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, foi a público para comemorar o resultado. Segundo ele, a concessão dos quatro terminais confirma "a confiança do investidor no Brasil".

No leilão, realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, foram concedidos quatro terminais em Cabedelo (PB) e Vitória (ES), todos eles adquiridos pelos mesmos grupos econômicos, formados pelos sócios Raízen, BR Distribuidora e Ipiranga.

Apenas um oponente compareceu ao leilão e disputou dois dos terminais no Porto de Cabedelo, sem sucesso.

Embora o governo tenha arrecadado muito mais do que o inicialmente estimado, tendo em vista que os valores iniciais de outorga era de R$ 1,00 por terminal, Freitas disse: "Ágio não é nosso objetivo, não é para auferir outorga, mas para impulsionar a logística."

O ministro salientou que, com o leilão desta sexta, a logística de distribuição de combustíveis vai ser impulsionada, especialmente no Nordeste do país.

Questionado sobre eventuais problemas legais na oferta dos terminais à iniciativa privada, o ministro comentou que todos os editais de concessão passam anteriormente pela análise do Tribunal de Contas da União (TCU). Isso, segundo ele, dá "conforto" ao governo federal.

Olho no futuro

Freitas também disse em pronunciamento que o governo deve apresentar em breve os editais para licitação de terminais em Santos, Paranaguá e Suape. "Estamos muito perto de lançar os editais para Santos e Paranaguá; e Suape está muito perto de sair do Tribunal de Contas da União (TCU)", afirmou durante coletiva de imprensa após a realização do leilão de quatro terminais portuários nesta sexta, na B3.

"Em breve estaremos despejando mais leilões de terminais portuários no mercado", afirmou o ministro.

No curto prazo, pelas contas de Freitas, seriam nove terminais, considerando os seis previstos para o leilão do próximo dia 5 de abril, nos portos de Belém e Vila do Conde, ambos no Pará. "Também vamos abrir consulta pública para a BR-181, em Minas, BR- 163, no Pará, BR-153, que liga Goiás ao Tocantins. Estamos trabalhando para dar vasão a carteira que apresentamos para a sociedade", acrescentou .

*Com Estadão Conteúdo.

Compartilhe

7ª RODADA DE CONCESSÕES

Em leilão sem concorrência, espanhola Aena arremata bloco com aeroporto de Congonhas por R$ 2,45 bilhões

18 de agosto de 2022 - 15:26

O ágio da proposta foi de 231,02% sobre o lance mínimo de R$ 740,1 milhões; bloco inclui Congonhas e outros 10 aeroportos

PRIVATIZAÇÃO

Quem leva Congonhas? Riscos político-econômicos afetam a nova rodada de leilões de aeroportos

17 de agosto de 2022 - 6:00

Concessão do terminal de Congonhas está agendada para a próxima quinta-feira (18), na sede da B3; lance mínimo é de R$ 740,1 milhões

PARALISAÇÃO À VISTA

Petrobras (PETR4): Funcionários aprovam indicativo de greve; saiba por quê

10 de julho de 2022 - 9:42

A categoria reivindica reajuste salarial e se posiciona contra a privatização da companha; documento oficial de indicativo de greve deve ser encaminhado à Petrobras e ao Congresso nesta seginda-feira (11)

DESESTATIZAÇÃO NA B3

Barrados no baile: com IPO suspenso pela justiça, Corsan e governo do RS estudam medidas para retomar privatização

7 de julho de 2022 - 19:33

Os planos da estatal de saneamento do Rio Grande do Sul foram barrados pelo Tribunal de Contas do Estado, que pede ajustes na modelagem da oferta

Eleições 2022

Candidatos ao governo de SP criticam “privatização às pressas” do Porto de Santos e Aeroporto de Congonhas; governo fala em eficiência e lucro das operações

20 de junho de 2022 - 15:34

Privatizações devem ser concluídas até o fim deste ano, apesar de críticas de moradores e políticos locais sobre a falta de debate e pressa na realização dos leilões

Desfecho eletrizante

Eletrobras privatizada: com pressão de última hora, preço por ação ELET3 sai a R$ 42, movimentando R$ 33,7 bilhões na maior oferta pública de ações do ano

10 de junho de 2022 - 0:07

Demanda teria sido equivalente ao dobro do valor inicialmente estimado para a oferta, e teve até queda de braço entre investidores-âncora e coordenadores em torno do preço da ação

Bem à esquerda

Diretrizes de Lula para a economia preveem revogação do teto de gastos, da reforma trabalhista e oposição às privatizações, inclusive da Eletrobras; veja os principais pontos

7 de junho de 2022 - 13:36

Texto também sugere possível interferência na política de preços da Petrobras e fim da paridade com as cotações internacionais do petróleo

ESPECIAL SD

Gestores e pequenos investidores estão de olho na Eletrobras, mas vale a pena investir em ELET3?

7 de junho de 2022 - 6:01

A saída do governo do bloco controlador e as recentes melhorias implementadas pela Eletrobras deixam os gestores e analistas otimistas com o potencial da oferta, mas o investidor não deve ter pressa para embolsar os ganhos

Ainda dá tempo

Não tenho FGTS, como faço para investir na oferta de ações da privatização da Eletrobras (ELET3)?

6 de junho de 2022 - 18:47

Pessoas físicas também poderão participar das maneiras tradicionais: por meio da compra direta de ações ou do investimento em fundos de ações que participem da oferta

FUNCIONÁRIOS RECORRERAM

Como a suspensão de uma assembleia de debenturistas de Furnas pode melar a privatização da Eletrobras (ELET3)

6 de junho de 2022 - 6:22

Associação de funcionários de Furnas, controlada pela Eletrobras, denuncia quebra de contrato de debêntures e violação de regras sobre prazos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies