Menu
2019-05-09T14:26:46-03:00
Estadão Conteúdo
pra quem é a reforma?

‘Há falha de comunicação do governo na narrativa da reforma da Previdência’, diz relator

Há, de acordo com Samuel Moreira (PSDB-SP), muitas pessoas que se aposentaram com 48 anos de idade e que ganham mais de R$ 30 mil por mês

9 de maio de 2019
12:52 - atualizado às 14:26
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara - Imagem: Luis Macedo/Agência Câmara

O deputado relator da proposta da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP), disse nesta quinta-feira, 9, em entrevista à Rádio Eldorado, reconhecer que há falhas de comunicação por parte do governo do ponto de vista da narrativa na questão da reforma. Para ele, é preciso deixar claro que a reforma da Previdência é para a terceira idade e não para os mais jovens.

Há, de acordo com ele, muitas pessoas que se aposentaram com 48 anos de idade e que ganham mais de R$ 30 mil por mês. "O presidente atual Jair Bolsonaro é uma dessas pessoas", disse o secretário, para quem estas injustiças precisam ser corrigidas. "Não é possível uma pessoa se aposentar ganhando R$ 30 mil por mês."

Sobre a audiência pública na Comissão Especial, na quarta-feira, 8, Moreira disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, conseguiu apaziguar os ânimos. "A reunião foi muito boa", comentou.

O deputado afirmou na entrevista que gostaria que a seguridade social tivesse um orçamento à parte, para que o País volte a contar com uma robustez fiscal e corrigir as injustiças, uma vez que o problema da Previdência é fiscal.

Sobre o cronograma de tramitação da proposta da reforma previdenciária na Câmara, Moreira disse que não há atraso e que a Comissão tem até 15 de junho para tratar do assunto.

Ele reforçou a sua convicção sobre a importância da reforma, que entrega anualmente um déficit de R$ 400 bilhões. Mas ponderou que a reforma não será um fim por si só e que, para o Brasil voltar a crescer, outras medidas terão que ser tomadas.

Perguntado sobre que medidas seriam estas outras, o deputado sugeriu que será preciso abrir mercado de bancos para fazer com que as instituições barateiem o juro sobre empréstimos. "Só reforma não vai fazer a economia crescer", destacou.

O deputado evitou se comprometer com a possibilidade de a reforma levar a uma economia de R$ 1 trilhão, conforme tem defendido o ministro Paulo Guedes e se limitou a dizer que se trata de uma "boa meta" e que a Comissão se esforçará para obter um resultado robusto.

Sobre resistência de algumas categorias à reforma, Moreira disse que defende a idade mínima, que ela é importante, mas que não é o principal. De acordo com ele, algumas categorias podem ser diferenciadas.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies