Menu
2019-07-03T13:06:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
vai desidratar?

Bolsonaro diz a policiais que vai “resolver o caso” da aposentadoria da categoria na reforma

Eleito com uma pauta fortemente ligada à segurança pública, presidente foi chamado de traidor por profissionais da categoria, em protesto na Câmara dos Deputados.

3 de julho de 2019
12:11 - atualizado às 13:06
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro indicou que pretende atuar para solucionar  o impasse envolvendo a aposentadoria de policiais na discussão da reforma da Previdência. O presidente falou nesta quarta-feira, 3, na chegada a um evento em São Paulo, ao apontar para um grupo de policiais militares a trabalho e dizer: "vou resolver o caso de vocês, viu?"

Eleito com uma pauta fortemente ligada à segurança pública, Bolsonaro foi chamado na terça-feira, 2, de traidor por profissionais da categoria, em protesto na Câmara dos Deputados. "A reforma da Previdência atenderá a todos, fiquem tranquilos meus colegas das forças auxiliares, o sacrifício tem de ser dividido por todos", afirmou nesta quarta-feira, 3.

O presidente participou de uma solenidade de posse do novo comandante do Comando Militar do Sudeste, general Marco Antonio Amaro, que assume no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que será o novo ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, substituindo o general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Frota na contramão

O coordenador da bancada do PSL na Comissão Especial da reforma da Previdência, deputado Alexandre Frota (SP), contou que estuda apresentar um destaque ao relatório da proposta para abrandar as regras de aposentadoria para as carreiras de policiais federais e rodoviários federais.

A iniciativa de Frota vai na contramão do acordo que está sendo costurado entre os partidos para que nenhum deles apresente destaques. Frota também está fazendo um movimento contrário ao posicionamento de seu próprio partido. Na terça-feira, a sigla emitiu nota declarando que não apresentaria esses pedidos de mudança.

Para driblar essa orientação do PSL, Frota irá apresentar um destaque em seu nome, individual, e não de bancada, que seria um pedido endossado pela legenda.

A diferença é que os nominais podem ser rejeitados em bloco, sem que sejam analisados um por um. A tendência é de que todos esses pedidos individuais sejam derrubados de uma vez, em um só bloco.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

APRENDENDO COM O PROFESSOR BESSEMBINDER

O clube dos 900%: o que você pode aprender com os maiores casos de geração de riqueza da Bolsa americana

Empresas quebrando são mais frequentes que empresas dominando o mundo em algumas décadas. Mas poucos acertos podem rechear a sua carteira e garantir sua aposentadoria precoce.

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies