Menu
2019-11-06T09:24:54-03:00
Estadão Conteúdo
De olho no preço

Sauditas vão pressionar Opep a aprofundar cortes na oferta antes de IPO da Aramco

Ideia é impulsionar os preços do petróleo e relembrar potenciais investidores da Aramco sobre a considerável influência dos sauditas na Opep, disseram as fontes

6 de novembro de 2019
8:58 - atualizado às 9:24
Barril de petróleo e mapa mundi
Barril de petróleo e mapa mundi - Imagem: Shutterstock

A Arábia Saudita vai pressionar a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) a aprofundar cortes na produção de petróleo antes da planejada oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações de sua estatal petrolífera, a Saudi Aramco, segundo fontes com conhecimento do assunto.

A ideia é impulsionar os preços do petróleo e relembrar potenciais investidores da Aramco sobre a considerável influência dos sauditas na Opep, disseram as fontes.

No fim de semana, a Aramco anunciou oficialmente planos de lançar seu IPO na bolsa de valores saudita em 11 de dezembro. Um pouco antes, no dia 5 de dezembro, a Opep e aliados que incluem a Rússia vão se reunir em Viena para discutir o atual acordo de restrição na oferta.

Pelo acordo, Opep e aliados têm procurado reduzir sua produção combinada em 1,2 milhão de barris por dia (bpd) desde o começo do ano, como parte de uma estratégia para dar sustentação às cotações do petróleo.

"Eles (produtores de petróleo) ficarão sob enorme pressão para conseguir (impulsionar os preços) antes do IPO", que acontecerá seis dias depois, afirmou um saudita especialista em petróleo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

de olho nas estimativas

Mercado prevê inflação a 2,05% em 2020

Expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) foi alterada de queda de 5,05% para 5,04%, mostra o Focus

OLHA O DRAGÃO

IGP-M pressiona contratos de aluguel

Índice acumula alta de 13,02% nos 12 meses encerrados em agosto e a previsão é bater em 15,28% até dezembro

PRIVATIZANDO

Sabesp mira concessão de água e esgoto em Alagoas

Leilão de serviços em Maceió está sendo estruturado pelo BNDES e vencerá quem oferecer maior valor ao governo estadual

PASSO IMPORTANTE

Privatização da distribuidora de energia de Brasília terá preço mínimo de R$ 1,4 bi

Conselho de Administração aprova convocação de assembleia de acionistas para deliberar sobre venda da estatal

PANDEMIA NO PAÍS

Brasil confirma 14.318 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

No mesmo período, foram confirmadas mais 335 mortes, segundo boletim do Ministério da Saúde

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements