Menu
2019-11-06T09:24:54-03:00
Estadão Conteúdo
De olho no preço

Sauditas vão pressionar Opep a aprofundar cortes na oferta antes de IPO da Aramco

Ideia é impulsionar os preços do petróleo e relembrar potenciais investidores da Aramco sobre a considerável influência dos sauditas na Opep, disseram as fontes

6 de novembro de 2019
8:58 - atualizado às 9:24
Barril de petróleo e mapa mundi
Barril de petróleo e mapa mundi - Imagem: Shutterstock

A Arábia Saudita vai pressionar a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) a aprofundar cortes na produção de petróleo antes da planejada oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações de sua estatal petrolífera, a Saudi Aramco, segundo fontes com conhecimento do assunto.

A ideia é impulsionar os preços do petróleo e relembrar potenciais investidores da Aramco sobre a considerável influência dos sauditas na Opep, disseram as fontes.

No fim de semana, a Aramco anunciou oficialmente planos de lançar seu IPO na bolsa de valores saudita em 11 de dezembro. Um pouco antes, no dia 5 de dezembro, a Opep e aliados que incluem a Rússia vão se reunir em Viena para discutir o atual acordo de restrição na oferta.

Pelo acordo, Opep e aliados têm procurado reduzir sua produção combinada em 1,2 milhão de barris por dia (bpd) desde o começo do ano, como parte de uma estratégia para dar sustentação às cotações do petróleo.

"Eles (produtores de petróleo) ficarão sob enorme pressão para conseguir (impulsionar os preços) antes do IPO", que acontecerá seis dias depois, afirmou um saudita especialista em petróleo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies