🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-06-02T13:00:20-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP.
TENTANDO CONTER A ALTA

Fator Putin: Opep+ vai aumentar de novo a produção de petróleo em julho e agosto; saiba por quê

Na tentativa de conter a alta dos preços do petróleo, a Opep+ deve aumentar a produção diária em 600 mil barris

2 de junho de 2022
13:00
opep; opec; petróleo
Imagem: Reprodução/Reuters/Dado Ruvic

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, grupo conhecido como Opep+ decidiu nesta quinta-feira (2) elevar a produção em 648 mil barris por dia (bpd) em julho e agosto — quantidade maior do que a anteriormente prevista de 432 mil bpd.

Essa nova decisão faz parte da série de aumentos mensais na oferta de petróleo — de cerca de 430 mil barris por dia — na tentativa de conter a elevação dos preços da commodity, sobretudo, após o início da guerra da Ucrânia, em fevereiro.

A Opep+ ainda afirmou que o aumento da produção de mais de 600 mil bpd leva em consideração um adiantamento da oferta prevista para o mês de setembro — de 432 mil bpd —, que vai ser distribuído entre julho e agosto.

O grupo deve se reunir novamente em 30 de junho para definir novos níveis de oferta.

Aumento dos preços de energia

A decisão de ofertar barris de petróleo acima do previsto e decidido nos últimos meses acontece no momento de alta nos preços de energia em todo o mundo — contribuindo para alimentar a inflação.

Os EUA são um dos países que mais pressionam pelo aumento da oferta da Opep+ para conter a disparada de preços. O grupo, no entanto, reluta em atender aos apelos do presidente Joe Biden porque compete com os norte-americanos por participação nesse mercado.

Contudo, os sucessivos aumentos na produção não devem compensar a perda potencial de mais de um milhão de barris por dia da Rússia, que tem sofrido sanções por conta da guerra da Ucrânia. Além disso, não deve conter as altas cotações do petróleo.

Em março, o petróleo tipo Brent atingiu o nível mais alto desde 2008 e permanece com cotação acima de US$ 100. Hoje, após a decisão da Opep+, a commodity segue em queda de 0,16%, negociada a US$ 117,01.

Por aqui, a elevação do preço por barril de petróleo tem impacto direto nos combustíveis, que seguem a política de preços internacionais (PPI) — alvo de críticas do governo de Jair Bolsonaro.

Em maio, o preço médio da gasolina foi de R$ 7,29 no Brasil, um recorde histórico.

Leia também

Petróleo russo fora da pauta

Mesmo com os ânimos à flor da pele por conta do embargo ao petróleo russo pela União Europeia (UE), anunciado na última segunda-feira (30), a reunião da Opep+ não mencionou a proibição da commodity no território europeu.

Vale lembrar que a Rússia, além de ser o terceiro maior produtor de petróleo do mundo e deter 25% de todo o combustível importado pelos países que integram a UE, é o líder dos países aliados da Opep no ajuste de produção.

De acordo com comunicado divulgado pelo cartel, os sucessivos aumentos da produção devem-se "à reabertura recente de grandes economias que estavam em quarentena", além da previsão de que o refinamento global do óleo "aumente após manutenção sazonal".

Ou seja, não houve qualquer menção ao embargo da UE de 90% do petróleo russo até o final do ano.

*Com informações de Estadão Conteúdo e CNBC

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O MEDO SE ESPALHA

Por que o petróleo tomba mais de 10% e arrasta as ações da Petrobras (PETR4) e PRIO (PRIO3) hoje

5 de julho de 2022

A projeção pessimista vem em um momento em que as cotações estão sob pressão. Desde o início do ano, quando as tensões entre Rússia e Ucrânia se intensificaram, o preço do barril saltou mais de 40%

SEM ACORDO

Greve do BC termina na data marcada; paralisação durou 95 dias

5 de julho de 2022

Os servidores do Banco Central cruzaram os braços em abril e reivindicavam reajuste salarial e reestruturação da carreira — demandas que não foram atendidas a tempo

ELEIÇÕES 2022

Pode isso, Arnaldo? Lula critica orçamento secreto enquanto oposição discute divisão das verbas em 2023

5 de julho de 2022

O orçamento secreto envolve a distribuição, sem transparência, de recursos federais a redutos eleitorais de deputados e senadores. O governo usa os pagamentos para comprar apoio político no Congresso.

DE NOVO?

A crise não acabou na Loft: startup faz nova demissão em massa e corte atinge cerca de 380 funcionários

5 de julho de 2022

Segundo a empresa, o novo corte acontece em razão da “reorganização” dos negócios. Em abril, a Loft demitiu cerca de 159 funcionários

A BOLSA COMO ELA É

Isso também vai passar: Entenda por que é hora de aproveitar a baixa do mercado para investir em ações da bolsa

5 de julho de 2022

O Ibovespa negocia aos menores múltiplos desde 2008. Portanto, se ainda não começou a investir, este é um ótimo momento para começar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies