Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-01T08:05:43-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Esquenta dos Mercados

Dados da atividade econômica dos países devem movimentar os negócios, em meio ao medo da variante delta

O chamado PMI mede a atividade econômica, que tem apontado para uma retomada da economia para o segundo semestre

1 de julho de 2021
8:05
Indústria em queda
Região Nordeste, Bahia (-2,9%), Mato Grosso (-2,6%), Pernambuco (-2,2%) e Pará (-1,3%) registraram o restante das quedas - Imagem: Shutterstock

A semana se encaminha para o fim, de olho nos indicadores de emprego aqui e nos Estados Unidos. Enquanto o dado mais forte dos norte-americanos, o payroll, deve ser divulgado somente na sexta-feira (02), o Brasil deve ficar atento aos postos de trabalho calculados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) deste mês. 

A expectativa é de que o saldo seja positivo, de acordo com os especialistas ouvidos pelo Broadcast. A mediana das projeções aponta para abertura de 252.067 postos de trabalho neste mês. No acumulado de 2021, a mediana fica em 1,625 milhão

E a CPI da Covid avança na pressão sobre o governo federal. A Comissão antecipou para esta quinta-feira (1º) a oitiva de Luiz Paulo Dominguetti Pereira, o representante da Davati Medical Supply.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Dominguetti afirmou que recebeu uma proposta de superfaturamento da vacina por parte do Ministério da Saúde. O depoimento vem um dia após o “superpedido” de impeachment colocar ainda mais fogo no cenário político nacional.

Apesar do cenário interno não ser favorável, o Ibovespa deve se apegar aos sinais da recuperação mundial para o segundo semestre. Os dados divulgados pelos países sobre a atividade econômica apontam para um aquecimento das atividades para os próximos meses.

A Opep+ deve se reunir ainda hoje para decidir sobre a produção de petróleo neste novo cenário de recuperação econômica. As autoridades do Federal Reserve que discursam hoje também devem ser acompanhadas de perto pelos investidores. 

Confira esses e outros destaques para o pregão desta quinta-feira (1º):

Dia de PMI

Os dados do índice do gerente de compras (PMI) em todo o mundo devem ser o grande destaque do dia. O PMI é um medidor da atividade econômica, que pode variar de 0 até 100, sendo acima de 50 expansão da atividade analisada e abaixo, retração.

Mais cedo, a China divulgou seus dados do PMI, que diminuiu de maio em relação a junho, de 52 para 51,3, o menor patamar em três meses. Já a Alemanha registrou uma elevação no indicador, de 64,4 em maio para 65,1 em junho, acima das estimativas do The Wall Street Journal. 

A Zona do Euro também registrou um aumento acima das previsões, subindo 63,4 em relação ao mês anterior. O avanço das atividades é positivo para a economia, mas o medo da variante delta, que pode obrigar os países a adotarem medidas restritivas de circulação como lockdown, coloca pressão sobre os ganhos das bolsas.

Ainda hoje, o Brasil também deve divulgar o seu PMI, juntamente com os Estados Unidos, o que deve influenciar diretamente nos índices dos dois países no pregão de hoje.

Emprego nos EUA

Os pedidos de auxílio desemprego dos Estados Unidos devem compor o panorama externo das bolsas hoje. O dado é divulgado antes do indicador mais importante da semana, a folha de pagamento (payroll), que deve sair nesta sexta-feira (02).

A expectativa é de que os pedidos caiam para 390 mil, 7 mil solicitações a menos do que na semana anterior. O emprego nos EUA estão diretamente ligados à decisão do Federal Reserve, o BC americano, de manutenção da política monetária.

A instituição financeira já anunciou que só deve alterar essa política quando os dados de emprego e desemprego estiverem próximos aos patamares pré pandemia.

Bolsas pelo mundo

O medo da variante delta do coronavírus segue pressionando os índices internacionais para baixo. Com isso, as bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada, juntamente com os dados fracos da manufatura chinesa. O PMI do Gigante Asiático foi o menor em três meses, o que preocupou os investidores sobre a retomada econômica do país. 

Já as bolsas europeias amanheceram em alta, após os dados do índice do gerente de compras regional animarem os negócios. Os temores envolvendo a variante delta do coronavírus devem limitar os ganhos do pregão.

Já os futuros de Nova York operam sem direção definida, à espera da divulgação do PMI dos EUA. 

Agenda do dia

  • Estados Unidos: Pedidos de auxílio desemprego (9h30)
  • Ipea: Formação bruta de capital fixo (FBCF) de abril (10h)
  • Brasil: Índice do gerente de compras (PMI) industrial de junho (10h)
  • Banco Central: Roberto Campos Neto, presidente do BC, participa de evento “Reconhecimento Inovação com Propósito no Cooperativismo Financeiro 2021” (10h30)
  • Economia: Novo Caged sobre criação líquida de postos de trabalho em maio (10h30)
  • Estados Unidos: Leitura final do Índice do gerente de compras (PMI) industrial de junho (10h45)
  • Economia: Balança comercial de junho (15h)
  • Opep+ realiza reunião ministerial e do comitê de monitoramento conjunto

Empresas

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies