Menu
2021-04-27T17:31:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Segurando os preços

Opep+ anuncia manutenção de acordo para conter oferta de petróleo

O grupo confia na retomada econômica no segundo semestre, mas o aumento no número de casos de covid-19 ainda preocupa

27 de abril de 2021
17:31
Opep+ Petróleo
Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) confirmou, em comunicado divulgado nesta terça-feira (27), a manutenção do acordo entre as nações envolvidas para conter a oferta da commodity.

A nota foi divulgada após reunião em nível ministerial do grupo, o qual informou que a data para o próximo encontro do cartel será em 1º de junho.

Os preços do petróleo reagiam bem à notícia. Por volta das 17h20, o contrato WTI, negociado nos Estados Unidos, tinha forte avanço de 2,05%, a US$ 63,21 o barril. O do tipo Brent, negociado em Londres, também subia 1,50%, a US$ 66,68.

A Opep+ afirma que a taxa de cumprimento do acordo para corte na oferta ficou em 115% em março, ou seja, superou o combinado.

Perspectiva de retomada

O grupo destacou as "contribuições positivas em andamento" dos envolvidos para reequilibrar o mercado. Para a Opep+, o crescimento global deve ganhar impulso no segundo semestre, em um quadro de retomada econômica, com níveis "sem precedentes" de apoio monetário e fiscal.

Por outro lado, o cartel diz haver um aumento no número de casos da covid-19, "apesar de campanhas de vacinação em andamento", algo potencialmente negativo para a recuperação da demanda por petróleo.

O comunicado afirma que, apesar da taxa de cumprimento geral acima do combinado, alguns países não atingiram suas metas individuais, e deverão compensar a diferença nos meses seguintes, até setembro deste ano.

Os países ainda prometem seguir "vigilantes e flexíveis", diante das "condições de incerteza do mercado". A nota também destaca o ajuste voluntário adicional "significativo" anunciado pela Arábia Saudita em abril de 2021, de 1 milhão de barris por dia, e o fato de que os sauditas retomarão esses volumes apenas gradualmente em maio, junho e julho.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Airbus A320

Itapemirim começa a receber aeronaves para voos comerciais após Anac autorizar

A Itapemirim diz que a segunda aeronave Airbus A320 de sua frota deve chegar ao aeroporto de Confins (MG) neste domingo

Efeito reverso

Elon Musk fez piada sobre o Dogecoin na TV aberta — e as cotações desabaram

Elon Musk fez a aguardada participação no SNL no último sábado, fazendo piada sobre si mesmo e falando do Dogecoin — mas a cotação caiu forte

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies