Menu
2020-06-17T12:36:20-03:00
Estadão Conteúdo
Pós-pandemia

Opep mantém projeção de queda para a demanda global em 2020

Organização citou que a diminuição das atividades de fabricação, em comparação com o ano anterior, limitará o uso de combustível industrial

17 de junho de 2020
12:34 - atualizado às 12:36
Plataforma de petróleo
Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve nesta quarta-feira, 27, sua projeção de queda para a demanda global da commodity em 2020 em 9,07 milhões de barris por dia (bpd). "A demanda mundial de petróleo deverá diminuir …, inalterada em relação à avaliação do mês anterior", trouxe o relatório divulgado pela instituição que tem sede em Viena, na Áustria. Com isso, o consumo total de petróleo neste ano deverá ter uma média de 90,06 milhões de bpd.

A entidade salientou que a pandemia de covid-19 afetou negativamente as atividades econômicas globais, eliminando o potencial de crescimento da demanda por petróleo e levando a um declínio de 6,4 milhões de bpd no primeiro trimestre do ano em relação aos mesmos meses de 2019 e de 17,3 milhões de bpd também na comparação anual do segundo trimestre.

"Prevê-se que os combustíveis para transporte estejam sob pressão durante 2020, uma vez que os bloqueios em vários países, particularmente nos Estados Unidos, Europa, Índia e Oriente Médio, reduzem a demanda por gasolina e combustível de aviação, já que as viagens aéreas e as distâncias percorridas anteciparam um declínio significativo em comparação com o ano anterior", salientou a Opep no documento.

Além disso, a organização citou que a diminuição das atividades de fabricação, em comparação com o ano anterior, limitará o uso de combustível industrial.

A matéria-prima petroquímica também deve sofrer com o menor consumo pelo usuário final de plásticos em comparação com os anos anteriores, de acordo com a entidade. "Considerando as grandes incertezas no futuro, novos dados e desenvolvimentos podem justificar novas revisões no curto prazo", pontuou a instituição.

O relatório também informou que, para 2019 (ano ainda não considerado fechado pela entidade), o crescimento da demanda mundial de petróleo também foi mantido em 830 mil bpd, pois a demanda de petróleo por membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) foi reduzido em 100 mil bpd, enquanto o consumo de países de fora da entidade aumentou em 930 mil bpd. No total, o consumo em 2019 deve ter sido de 99,67 milhões de bpd.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Escolha da CEO

Petrobras: uns choram, outros vendem lenços

O tapa na cara que o investidor levou do governo Bolsonaro foi o assunto da semana passada

Alto lá

Robinhood negocia pagamento de multa para encerrar investigação

Corretora ficou em evidência com tentativa de ‘short squeeze’ nas ações da Gamestop

BASTIDORES

Entrevista: Como Ruy Hungria conseguiu lucro de 1.250% com Petrobras no dia em que a ação despencou mais de 20%

quem investe em opções têm a chance de ganhar mesmo quando os mercados estão em baixa. Foi o que aconteceu com os seguidores do Ruy

Aqui não!

SEC suspende nos EUA negociação de papéis de 15 empresas por risco a investidores

Ação tem como alvo “aparentes tentativas de mídia social para inflar de modo artificial o preço de suas ações”, diz o órgão

PANDEMIA AVANÇA

Brasil registra 1.337 mortes em 24 horas; Estados anunciam restrições

Média móvel de óbitos bate recorde pelo terceiro dia seguido, segundo Fiocruz

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies