Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-14T11:42:44-03:00
Estadão Conteúdo
recuo da produção

Opep reduz projeção para oferta de petróleo no Brasil em 2021

Produção de petróleo bruto do País caiu em novembro devido à manutenção planejada dos campos de Tupi e Búzios.

14 de janeiro de 2021
11:42
petroleo
Petróleo - Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reduziu suas projeções para a produção da commodity no Brasil em 2020 e em 2021, conforme relatório mensal publicado nesta quinta-feira (14).

A entidade com sede em Viena alterou a estimativa para a oferta de petróleo em 2020 no Brasil de 3,71 milhões de barris por dia (bpd) para 3,69 milhões de bpd. Em relação a 2021, a previsão passou de 3,89 milhões de bpd para 3,86 milhões de bpd.

A Opep destaca que a produção de petróleo bruto do País caiu para uma média de 2,76 milhões de bpd em novembro, principalmente devido à manutenção planejada dos campos de Tupi e Búzios.

"A produção de petróleo atingiu 3,09 mb/d em agosto de 2020, mas começou a cair em setembro e nos meses subsequentes e provavelmente continuou em dezembro. Não só pela manutenção, mas também pelas medidas de segurança relacionadas à covid-19 que levaram ao adiamento das obras programadas do quarto trimestre de 2020 para o início de 2021, segundo a Petrobras", ressalta a entidade no relatório mensal.

Demanda global

No relatório, a Opep manteve sua projeção de alta na demanda global por petróleo em 2021 em 5,9 milhões de barris por dia (bdp), para 95,9 milhões de bpd.

A expectativa é de aumento de 2,6 milhões de bpd na demanda dentro da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) ao longo do ano, ainda abaixo dos níveis anteriores à pandemia, e de alta de 3,3 milhões de bpd na demanda fora do grupo, impulsionada por China, Índia e outros países da Ásia.

Para a demanda de 2020, contudo, a entidade melhorou sua estimativa de queda para 9,8 milhões de bpd. Por um lado, diz a Opep, houve diminuição da busca pela commodity nos Estados Unidos, sobretudo no segundo semestre de 2020; por outro, foi registrada melhora na demanda em locais como China e Índia.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Casamento legal

Cade mantém aprovação de compra de fatia da BRF (BRFS3) pela Marfrig (MRFG3)

A conselheira que havia pedido a reabertura da análise da operação mudou de posição e desistiu da reavaliação

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies