IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-12T13:11:45-03:00
Estadão Conteúdo
sem trégua

Raquel pede ao STF que diga não a habeas de ex-gerente da Petrobras condenado

Procuradora enviou parecer ao Supremo nesta quinta-feira, 11, opinando pela rejeição de um habeas corpus da defesa do ex-gerente da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira, condenado na Lava Jato por corrupção passiva

12 de abril de 2019
13:10 - atualizado às 13:11
Procuradora-geral da República Raquel Dodge
Procuradora-geral da República Raquel Dodge - Imagem: (Wilson Dias/Agência Brasil)

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou parecer ao Supremo nesta quinta-feira, 11, opinando pela rejeição de um habeas corpus da defesa do ex-gerente da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira.

Condenado na Lava Jato por corrupção passiva, por duas vezes, Márcio Ferreira tenta reverter uma decisão da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que indeferiu pedido para apresentar as alegações finais somente após a apresentação das alegações finais de réus colaboradores. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

A fase das alegações finais antecede o julgamento de mérito do processo. Os advogados, sob o argumento de "violação do direito à ampla defesa", pretendem a concessão do habeas corpus para que seja determinada nova abertura de vista.

Ao rebater a argumentação do ex-funcionário da Petrobras, a PGR afirma que o Código de Processo Penal não faz qualquer diferenciação entre réus colaboradores da Justiça e os não colaboradores. Ambos integram, em igualdade de condições, o polo passivo da relação processual, e se submetem aos mesmos prazos processuais, sustenta a Procuradoria.

Na avaliação de Raquel, a defesa busca, na verdade, anular a ação penal a partir da apresentação das alegações finais, para que o réu possa apresentar sua argumentação após tomar conhecimento das alegações dos corréus.

"A defesa, no claro intuito de reabrir a instrução processual pela via inadequada e causar tumulto processual, insiste na tese insubsistente de constrangimento ilegal por cerceamento de defesa, a qual vem sendo reiteradamente rechaçada pelo Poder Judiciário e pelo Ministério Público Federal", ela afirma.

Raquel Dodge afastou ainda alegação de ocorrência de nulidade suscitada por Márcio de Almeida Ferreira. "O paciente afirmou genericamente ter havido prejuízo à defesa adequada pela fixação de prazo concomitante para o oferecimento das alegações finais, não demonstrando evidências concretas de qualquer prejuízo efetivo à sua atuação."

"A jurisprudência dessa Egrégia Corte é enfática ao reconhecer que só pode ser decretada nulidade processual quando comprovado efetivo prejuízo à parte, o que não se verifica no presente caso", assinala a procuradora-geral da República.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

ACORDO COM O INIMIGO

Venezuela voltou? Governo dos EUA autoriza petroleira a expandir a produção no país; saiba o que isso significa

28 de novembro de 2022 - 17:28

A decisão concede direitos mais amplos à Chevron Corp, como a retomada parcial das atividades da empresa, com respaldo de uma licença de seis meses e que poderá ser renovada mensalmente de forma automática

CARTEIRA DE 2023

Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4), CSN (CSNA3) ou Usiminas (USIM5)? Uma dessas ações vale ouro para o Santander; saiba qual

28 de novembro de 2022 - 16:43

Das quatro empresas que atuam no setor de mineração e siderurgia, três têm recomendação de compra, com potencial de valorização que chega a 45%, e uma foi rebaixada para neutra

CONTÁGIO DA FTX

Mais um ‘chapter 11’: BlockFi dá primeiro passo para pedir falência após FTX ampliar crise de liquidez do mercado de criptomoedas

28 de novembro de 2022 - 15:23

O chapter 11 é o primeiro passo para um pedido de recuperação judicial, quando um tribunal determina datas e exige um plano de reestruturação dos negócios

TEM ESPAÇO PARA CORTE?

Apesar da pressão com governo de transição, Itaú Unibanco vê espaço para queda nos juros em 2023

28 de novembro de 2022 - 15:19

Para Nicholas McCarthy, CIO do Itaú Unibanco, a queda do barril de petróleo deve deixar as expectativas de inflação controladas e possibilidade de corte na Selic ainda existe

SEU DINHEIRO NA COPA

Não foi um chocolate: vitória magra contra a Suíça na Copa mantém Brasil como favorito entre apostadores; saiba quanto a seleção está pagando agora

28 de novembro de 2022 - 15:10

Com uma vitória de 1 x 0, a seleção de Tite garantiu a classificação para as oitavas-de-final e se manteve como a mais cotada para levar o caneco para casa, segundo o agregador de sites de apostas Oddspedia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies