Menu
2019-09-10T18:17:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Cofre mais gordo

Petrobras já captou US$15,3 bi com plano de desinvestimentos

Recursos serão alocados para ativos que têm a estatal como dona natural, onde os retornos são mais elevados, e pagamento de dívida, hoje em US$ 101 bilhões

10 de setembro de 2019
11:34 - atualizado às 18:17
Petrobras
Imagem: Geraldo Falcão/Agência Petrobras

Desde o início de 2019, a Petrobras tem investido pesado em seu plano de desinvestimento, se desfazendo de ativos considerados não estratégicos para a companhia.  Em evento realizado nesta terça-feira (10), o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco afirmou que a Petrobras já obteve US$ 15,3 bilhões (R$ 63 bilhões) neste ano.

Segundo Castello Branco, os recursos serão alocados para ativos que têm a estatal com dona natural, onde os retornos são mais elevados, e pagamento de dívida, hoje em US$ 101 bilhões. "O que representa três vezes o fluxo de caixa anual", frisou o presidente da empresa.

"Estamos focando na produção de petróleo e gás em áreas profundas, onde a Petrobras é líder global de tecnologia e capital humano, e estamos desinvestindo em campos maduros, águas rasas, terrestres, ativos de logística e no chamado down stream, parte do refino e distribuição de combustível e gás natural, cujos retornos não são compatíveis com nosso custo de capital", disse Castello Branco.

O presidente da empresa ainda disse que as mudanças na empresa criarão três indústrias no país. "De refino, atualmente uma empresa só controla 98% da capacidade de refino no Brasil. Vamos ter vários produtores, entre eles, de forma relevante, a Petrobras". A outra indústria a ser criada, conforme o presidente da estatal, é a de petróleo em águas rasas e planos terrestres. A terceira, de transporte e distribuição de gás natural.

Sem citar prazos para privatizações, Castello Branco disse que, em 2022, a Petrobras será uma empresa melhor, "menos endividada".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

atenção, acionista

Itaú Unibanco anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Segundo a empresa, os valores serão pagos com base na posição acionária do dia 10 de dezembro

seu dinheiro na sua noite

Um zero a zero para se comemorar

O gol é um detalhe. A frase atribuída a Carlos Alberto Parreira representa um marco do estilo considerado retranqueiro do ex-técnico da seleção brasileira. Ainda que Parreira negue a afirmação, o fato é que o Brasil sagrou-se campeão da Copa de 1994 sob o comando do técnico depois de um empate por zero a zero […]

separação em curso

Conselho de administração do Itaú aprova criação da Newco, dona de parte da XP

Cisão ainda precisa ser aprovada pelos acionistas, e caso isso aconteça, eles vão passar a deter participação também na Newco

fechamento dos mercados

Ibovespa perde ímpeto sem NY, mas consegue fechar em leve alta aos 110 mil pontos

Índice acionário estendeu sequência de altas em sessão de marasmo por liquidez reduzida. Embate entre Guedes e Campos Neto realça questão fiscal, mas juros recuam com leilão do Tesouro

eleição em são paulo

Empresários e investidores entregam manifesto a favor da candidatura de Boulos

Candidato é tratado como empreendedor social e, em conversas reservadas, o MTST é comparado a uma startup de sucesso

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies