Menu
2019-01-11T20:52:03-02:00
Estadão Conteúdo
Nova indicação do governo

De volta ao Twitter, Bolsonaro indica militar para o setor de inteligência da Petrobras

Tenente da reserva Marcelo Dias é mais um a entrar para a cota militar do novo governo

11 de janeiro de 2019
20:52
Petrobras
Petrobras - Imagem: Shutterstock

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para anunciar mais um nome militar para a Petrobras. Após a polêmica com a indicação do amigo do presidente e capitão-tenente da reserva da Marinha Carlos Victor Guerra Nagem, agora Bolsonaro anunciou o tenente da reserva Marcelo Dias para a gerência de inteligência da petroleira.

Pelo Twitter, Bolsonaro disse que Dias é concursado e "foi retirado por Miki dessa mesma função em 2018". Regina Miki ocupava o posto que será de Nagem e foi classificada como "petista" pelo presidente da República que publicou uma foto em que a ex-funcionária estaria com um grupo de pessoas segurando cartazes da campanha eleitoral de Dilma Rousseff.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Apertem os cintos

Segredos da bolsa: Termina mais um trimestre que valeu por um ano

Semana traz agenda intensa de indicadores tanto no Brasil quanto nos EUA; cautela e volatilidade tendem a seguir em cena

EUA X China

Trump X TikTok: empresa chinesa tenta impedir proibição de downloads

Decisão judicial pode barrar restrição, que passaria a valer a partir de meia-noite deste domingo nos Estados Unidos.

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements