Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-29T09:23:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho nas falas do ministro

Subprocurador do MP pede que Paulo Guedes seja investigado por falas sobre o AI-5 e disparada do dólar

Em entrevista, Guedes mencionou o risco de o País ter outro AI-5 e que não estaria preocupado com a alta do dólar. Furtado acredita que há fortes indícios de que há responsabilidade direta entre a fala de Guedes e a alta do dólar

29 de novembro de 2019
9:23
Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência no Senado - Imagem: Pedro França/Agência Senado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, pode ter problemas por conta das suas recentes falas sobre o AI-5 e a disparada do dólar. O subprocurador-Geral do Ministério Público (MP) junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Rocha Furtado, pediu que Guedes seja investigado por possíveis perdas na economia como reflexo de suas declarações e a apuração das responsabilidades por possíveis prejuízos acarretados ao Tesouro Nacional e ao Banco Central (BC).

Em entrevista, Guedes mencionou o risco de o País ter outro AI-5 e que não estaria preocupado com a alta do dólar. Furtado acredita que há fortes indícios de que há responsabilidade direta entre a fala de Guedes e a alta do dólar.  No mês, a moeda apresenta uma alta acumulada de 5,14% e chegou a ultrapassar a cotação de R$ 4,25.

O subprocurador destaca que as falas do ministro podem causar prejuízos diretos ao Tesouro e BC, devido ao aumento extraordinário do dólar, e também à imagem do Brasil no mercado local e internacional, com abalos na economia e aumento da desconfiança em torno da estabilidade institucional, no caso da fala sobre o AI-5.

Furtado ainda avalia que os prejuízos ao Tesouro podem ter origem na necessidade de atuação desacelerar a escolada de valorização do dólar. O BC vendeu dólar à vista e fez operação com negociação de swaps cambiais, equivalente à venda de dólar no mercado futuro.

O subprocurador ainda menciona que as declarações da principal autoridade econômica do Brasil, “ao invocar a sombra do autoritarismo, da repressão e do Estado antidemocrático, representado pelo AI-5” deixa o mercado preocupado  com o ambiente de negócios e a instabilidade institucional

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies