Menu
2019-04-25T17:29:42-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Te cuida, Netflix!

Disney anuncia preços e mais detalhes do seu serviço de streaming

Disney Plus custará US$ 6,99 por mês, ou US$ 69,99 por ano, e será lançado em novembro deste ano nos Estados Unidos

12 de abril de 2019
15:02 - atualizado às 17:29
Disney
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A Disney enfim anunciou na noite desta quinta-feira, 11, os principais detalhes do Disney Plus, o seu serviço de streaming que contará com um cardápio de filmes e séries, incluindo produções da Pixar, da franquia Star Wars, da National Geographic e de braços do grupo de mídia.

Sem dúvida a novidade que mais chamou a atenção é o preço. O Disney Plus custará US$ 6,99 por mês, ou US$ 69,99 por ano. O valor é menor do que a tarifa cobrada pela rival Netflix (US$ 9) e promete fazer com que a disputa pelos clientes do segmento pegue fogo.

Para você ter uma ideia, o plano de negócios do Disney Plus prevê que o projeto só se torne lucrativo em 2024, deixando claro que dinheiro não será problema dentro da briga com a Netflix.

Uma estratégia de guerra

A Disney promete o lançamento do serviço no dia 12 de novembro deste ano, mas por enquanto somente nos Estados Unidos. Os diretores da companhia de mídia esperam lançar o serviço nos principais mercados consumidores do mundo até 2021.

A expectativa inicial é de que o Plus ofereça mais de 7,5 mil episódios de séries e mais de 400 filmes logo no primeiro ano de operação.

Vale lembrar que algumas produções serão de transmissão exclusiva da Disney e que não devem chegar à Netflix. Um bom exemplo são as 30 temporadas de "Os Simpsons" e o recente lançamento do grupo, o filme "Capitã Marvel".

Outro diferencial que vai deixar os diretores da Netflix de cabelos em pé é que todos os títulos disponíveis no Disney Plus poderão ser baixados para serem assistidos offline.

Uma cara conhecida

Em termos de design, o Disney Plus não promete grandes inovações. Durante uma conferência de lançamento das novidades, o presidente do conselho da Disney, Kevin Mayer, mostrou que a interface do produto será muito semelhante a outras plataformas de streaming. O diferencial, portanto, vai ficar para o conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Desde 2015

CVM faz comunicação recorde de indícios de crimes ao Ministério Público

De janeiro a setembro deste ano, a CVM enviou 260 comunicados de indícios de crimes financeiros ao Ministério Público.

setor em transformação

Dezembro vai ser bom para o varejo, mas 2021 é imprevisível, diz Luiza Trajano

Presidente do conselho do Magazine Luiza voltou a pregar união, falou de responsabilidade social do empresariado e pediu para que não se transforme a busca pela vacina em “jogo político”

O maior evento do ano

Reunião anual da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, será novamente virtual em 2021

A Berkshire Hathaway afirmou que a reunião, que acontece em maio, será semelhante à que ocorreu em 2020.

perspectivas para o setor

E-commerce não vai desacelerar porque ainda tem baixa penetração, diz CEO da Locaweb

Fernando Cirne lembrou que apenas 12% das transações do varejo no país são digitais; empresa abriu capital na bolsa em fevereiro e bombou com pandemia

Maior que a do Eike

CVM aplica R$ 926,1 mi em multa até setembro, 18% mais ante mesmo período de 2019

A cifra total até setembro foi impulsionada pelo resultado de um único processo.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies