🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-23T18:18:11-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP.
PELA SEGUNDA VEZ

Crise global? Com a perda de assinantes e queda na receita, Netflix (NFLX34) demite 300 funcionários

A gigante de streaming faz o segundo corte de funcionários em menos de dois meses; a Netflix não informou se a medida afetará brasileiros

23 de junho de 2022
18:18
Imagem mostrando uma mão segurando um controle remoto apontado para uma TV; na tela, aparece o logo da Netflix (NFLX34)
Imagem: Unsplash

Uma das gigantes do streaming apertou os cintos e promoveu mais uma rodada de demissões. A Netflix (NFLX34) anunciou nesta quinta-feira (23) o corte de 300 funcionários em toda a empresa — não está claro se trabalhadores brasileiros estão na lista.

Essa é a segunda vez que a empresa desliga funcionários, em dois meses. Em maio, a Netflix dispensou 150 colaboradores. 

Um dos principais motivos para as demissões é a saída de 200 mil assinantes na plataforma durante o primeiro trimestre de 2022, o que obrigou a Netflix a reformular o negócio; medidas  como o fim do compartilhamento de senhas estão sendo implantadas no mundo. 

Outro fator que tem contribuído para a onda de demissões, não apenas na Netflix, é a queda das ações das empresas de tecnologia nas bolsas de Nova York; com o cenário mais adverso nos mercados, o volume de investimentos disponíveis para essas companhias têm diminuído.. 

Em nota, a Netflix afirmou que os “ajustes” estão sendo feitos para adequar os custos à receita menor do que nos últimos anos. 

"Hoje, infelizmente, demitimos cerca de 300 funcionários. Enquanto continuamos a investir significativamente no negócio, fizemos esses ajustes para que os nossos custos cresçam de acordo com o nosso crescimento mais lento de receita. Somos muito gratos por tudo o que eles fizeram pela Netflix e estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa difícil transição”.

Netflix, em nota à imprensa

Crise na Netflix 

A Netflix tem passado por maus lençóis no último trimestre. Além da queda nas ações e a perda de assinantes, a gigante de streaming ainda enfrenta uma concorrência acirrada contra outras plataformas, como a Disney Plus e a Prime Video Amazon

Em abril deste ano, após a divulgação dos resultados do primeiro trimestre, a companhia alertou os investidores sobre a redução dos gastos nos próximos dois anos. 

Na ocasião, o diretor financeiro Spencer Neuman disse que a Netflix está tentando ser “prudente” em recuar para se adequar à realidade dos negócios. 

As ações BDRs (NFLX34) por exemplo, apresentam queda acumulada de 62,82%. Já os papéis NFLX, negociados em Nasdaq, estão com perdas um pouco maiores, na ordem de 64,92%.

*Com informações de CNBC e Bloomberg 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

PROPOSTA

Aumento no Auxílio Brasil e mais: entenda os principais pontos da PEC dos Combustíveis, que deve custar R$ 38,7 bilhões fora do teto de gastos

Texto do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) inclui aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil e R$ 1 mil para caminhoneiros

SECO COMO O DESERTO

Falta de liquidez pressiona e bitcoin (BTC) tenta sustentar US$ 20 mil; calote da Three Arrow pode despejar milhões em criptomoedas no mercado

A falta de liquidez gerou um aumento da volatilidade no mercado, após a crise da plataforma Celsius e do calote fundo 3AR — e a história está longe de acabar

RECALCULANDO A ROTA

Oi (OIBR3) sobe forte após balanço; para a Genial, o desconto ainda é bom e ações podem saltar mais 100% neste ano

A empresa de telecomunicações revelou ter saído de um prejuízo de R$ 3 bilhões para um lucro de R$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre

EXILE ON WALL STREET

Por que é importante focar nos fundamentos de longo prazo de empresas antes de comprar ações na bolsa

O distanciamento do ruído de curto prazo e o aprofundamento dos conceitos e fundamentos das teses de investimento tendem a trazer muito mais valor no longo prazo

NOVO GATILHO

Fundo Three Arrows Capital pode ser obrigado a encerrar operações e pode desencadear nova crise no mercado de criptomoedas; entenda

Estima-se que o fundo tenha cerca de US$ 10 bilhões em criptomoedas e o despejo desse montante em cripto no mercado pode resultar na queda das cotações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies