⚽️ Jogos das quartas-de-final começam a se desenhar; confira os dias da próxima fase

Cotações por TradingView
2019-04-05T09:54:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Caso Queiroz

“Se Flávio errou, ele terá de pagar e eu lamento como pai”, diz Bolsonaro

Em entrevista à emissora norte-americana, em Davos, o presidente falou que, “se confirmadas acusações”, seu filho terá de “pagar o preço”

23 de janeiro de 2019
10:36 - atualizado às 9:54
Jair Bolsonaro em entrevista à Bloomberg
Jair Bolsonaro em entrevista à Bloomberg - Imagem: Alan Santos/PR/Fotos Públicas

O presidente Jair Bolsonaro diz que lamentará, como pai, se as suspeitas sobre o filho Flávio Bolsonaro venham a ser confirmadas. Ele se disse que, caso isso aconteça, o senador eleito pelo PSL-RJ deve ser punido e chamou as acusações de "ações inaceitáveis".

"Se por ventura ele (Flávio) vier a errar, se for comprovado, eu lamento como pai, mas vai pagar aí o preço dessa ação que nós não podemos coadunar"", disse o presidente à TV Bloomberg em Davos, na Suíça, durante o Fórum Econômico Mundial.

Os desdobramentos de um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre as movimentações financeiras atípicas do ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), Fabrício Queiroz, e de outros assessores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), continuam ganhando novos capítulos. Agora ele será investigado pela Receita Federal.

O relatório do Coaf mostrou que Flávio recebeu em sua conta depósitos fracionados no valor de R$ 2 mil cada no total de R$ 96 mil, além do pagamento de título da Caixa de R$ 1 milhão. Os dois casos estariam relacionados à compra de imóveis. Flávio disse em entrevista que recebeu R$ 96 mil em dinheiro vivo. A Receita tem como investigar se essa explicação é coerente com os fatos cruzando os dados dele e do vendedor.

Com relação a Queiroz, o Coaf identificou movimentações suspeitas numa conta que movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Além disso, as informações do Coaf revelam que ele recebeu pagamento em sua conta de ao menos oito funcionários do gabinete de Flávio.

Na entrevista em Davos, Jair Bolsonaro também falou sobre a proposta da Previdência que o governo vai enviar ao Congresso. Segundo ele, o projeto trará cortes "substanciais" nos gastos. Ele se comprometeu ainda em propor uma idade mínima.

"Apurar e punir", diz Mourão sobre o caso

O vice de Bolsonaro e presidente em exercício, Hamilton Mourão, voltou a comentar sobre o caso Flávio Bolsonaro. Dessa vez, o general utilizou a uma expressão militar para defender apuração dos fatos.

"Qual é a sigla? Tu já sabe. Apurundaso. Apurar e punir se for o caso", declarou Mourão ao ser questionado sobre a entrevista de Jair Bolsonaro à TV Bloomberg em Davos (Suíça). O presidente afirmou que, se o filho vier a cometer algum erro, ele terá que pagar o preço.

Mourão negou que Bolsonaro tenha demorado a se manifestar sobre o assunto. "Não, acho que o presidente já tinha declarado isso na primeira vez que surgiu esse assunto. Tenho quase certeza que ele falou isso."

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FUTEBOL NA WEB3

Um novo tipo de figurinha: Fifa e Crypto.com anunciam lançamento de NFTs da Copa do Mundo no Catar

5 de dezembro de 2022 - 13:27

FIFA fecha parceria com a Coca-Cola e a plataforma Crypto.com para criar 10 mil artes exclusivas criadas pelo artista Gmunk dedicadas à Copa do Mundo no Catar

DINHEIRO NOVO

Mais uma empresa novata na B3 pede dinheiro aos acionistas e planeja aumento de capital por valor 62% abaixo do IPO

5 de dezembro de 2022 - 12:26

A provedora de serviços de internet Desktop (DESK3) fará um aumento de capital privado de até R$ 300 milhões; ações caem forte na B3

ESTÁGIO E TRAINEE

Natura e Porto Seguro estão com vagas abertas para estágio e trainee; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 2,9 mil

5 de dezembro de 2022 - 12:19

As empresas aceitam candidaturas de estudantes e recém-formados, em diversos cursos; o início está previsto entre janeiro e março de 2023

OPORTUNIDADE NA CRISE

Será a volta por cima? Credit Suisse atrai o interesse de príncipe saudita e de fundo dos EUA

5 de dezembro de 2022 - 12:11

Propostas à nova unidade do Credit Suisse ainda não foram formalizadas, mas totalizaram o equivalente a mais de US$ 1 bilhão, segundo o Wall Street Journal

DESTAQUES DA BOLSA

Construtoras da B3 recuam em bloco hoje: por que a alta dos juros futuros prejudica as ações do setor?

5 de dezembro de 2022 - 12:08

No caso da Even, que registra uma das maiores quedas do setor, pesou também uma notícia corporativa: a renúncia de um de seus diretores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies