Menu
2019-04-20T14:03:14-03:00
Estadão Conteúdo
Liberdade no Orçamento

Pelo Twitter, Bolsonaro sai em defesa da PEC do Novo Pacto Federativo

Presidente defendeu a PEC argumentando que “cada Estado e município é o maior conhecedor de sua necessidade”

3 de abril de 2019
16:50 - atualizado às 14:03
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/PR

Enquanto o ministro da Economia, Paulo Guedes, fala sobre a necessidade de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro tuitou em defesa de outra Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apoiada por Guedes, a do Novo Pacto Federativo.

O presidente lembrou que "o ministro Paulo Guedes se reuniu com membros da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Novo Pacto Federativo" na terça-feira, 2. Bolsonaro defendeu a PEC argumentando que "cada Estado e município é o maior conhecedor de sua necessidade".

Para Bolsonaro, a revisão no pacto federativo aproximará a população de governadores, prefeitos e deputados. "Todos ganham! Mais Brasil, menos Brasília!", concluiu o presidente.

O debate em torno da PEC do pacto federativo foi lançado por Guedes em entrevista ao Grupo Estado no mês passado. O ministro defendeu que o Orçamento deve estar sob controle dos políticos. "É a desvinculação, a desindexação, a desobrigação e a descentralização dos recursos das receitas e das despesas", disse Guedes na ocasião.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies