Blog da Angela
Angela Bittencourt
é jornalista e editora da Empiricus
2019-04-04T12:35:46-03:00
BLOG DA ANGELA

Guedes tentou, mas a vaga de articulador da reforma da Previdência está aberta em Brasília

Ficou patente que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não será o articulador político da reforma no Congresso (sequer de plantão!). Bolsonaro vai ter de ceder e tirar seu ministro-fiador da posição de saco de pancadas.

4 de abril de 2019
11:59 - atualizado às 12:35
O ministro da Economia, Paulo Guedes privatizações
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O governo é pobre em articulação no Congresso. O que era uma percepção virou certeza escancarada nesta quarta-feira (3), na audiência da Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara agendada para esclarecer a proposta de reforma da Previdência.

Ficou patente que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não será o articulador político da reforma no Congresso (sequer de plantão!). O presidente Jair Bolsonaro vai ter de ceder em algumas de suas posições.

De cara, deverá buscar um sinônimo discreto para o velho “toma lá, dá cá” que tanto repudia, postura que lhe garantiu 57,7 milhões de votos em outubro passado.

Paulo Guedes apanhou - e bateu

Sozinho no ringue com boa parte dos 66 integrantes da comissão (porque nem gregos, nem troianos e nem baianos o ajudaram...) trincou os dentes e encarou os ataques desferidos principalmente contra o regime de capitalização.

Foi acusado de favorecer os bancos porque eles poderão ser os gestores dos recursos neste regime. O ministro até tentou esclarecer. Esses recursos deverão ser recolhidos pelos trabalhadores para construir suas aposentadorias.

Longe de posar de samambaia, o ministro lembrou que as aposentadorias no Legislativo são espetaculares.

Alguém discorda? Claro que não! As aposentadorias de deputados e senadores e de todo o Judiciário são espetaculares. Como contra a verdade não há argumento, ninguém abriu a boca.

Fiador não deveria ser saco de pancada

Paulo Guedes é o principal ministro do presidente Bolsonaro.

Na contagem regressiva para as eleições, em outubro passado, Guedes, então assessor econômico do candidato, tornou-se fiador do atual governo.

Fiador de governo não pode apanhar duas semanas sem trégua.

Guedes tentou, mas a vaga de articulador está aberta.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Black Friday em números

Varejo cresce 6,3% na Black Friday e vê crescimento de lojas virtuais com e-commerce aquecido; confira dados

Apesar do aumento em relação à Black Friday de 2020, o patamar de faturamento do varejo foi 9,1% inferior ao registrado em 2019

Desdobramentos da crise

Presidente da Latam, Roberto Alvo diz que recusou oferta ‘incompleta’ e ‘insuficiente’ da Azul

O conteúdo dela é confidencial”, afirmou, em entrevista coletiva. Procurada, a Azul não quis comentar

Solana no MB

Exclusivo: Solana (SOL), 5ª maior criptomoeda do mundo, chega Mercado Bitcoin com alta de mais de 12.000% no ano

A quinta maior criptomoeda do mundo vem conquistando o mercado porque se coloca como uma blockchain alternativa ao ethereum (ETH)

Pandemia em curso

Variante ômicron da covid-19 já está em dez países, mas chefe da associação médica da África do Sul vê “sintomas médios” da doença em estudo preliminar

Até o fechamento desta matéria, não haviam informações sobre infecções por essa variante da covid-19 nas Américas