Menu
Angela Bittencourt
Blog da Angela
Angela Bittencourt
é jornalista e editora da Empiricus
2019-04-04T12:35:46-03:00
BLOG DA ANGELA

Guedes tentou, mas a vaga de articulador da reforma da Previdência está aberta em Brasília

Ficou patente que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não será o articulador político da reforma no Congresso (sequer de plantão!). Bolsonaro vai ter de ceder e tirar seu ministro-fiador da posição de saco de pancadas.

4 de abril de 2019
11:59 - atualizado às 12:35
O ministro da Economia, Paulo Guedes privatizações
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O governo é pobre em articulação no Congresso. O que era uma percepção virou certeza escancarada nesta quarta-feira (3), na audiência da Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara agendada para esclarecer a proposta de reforma da Previdência.

Ficou patente que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não será o articulador político da reforma no Congresso (sequer de plantão!). O presidente Jair Bolsonaro vai ter de ceder em algumas de suas posições.

De cara, deverá buscar um sinônimo discreto para o velho “toma lá, dá cá” que tanto repudia, postura que lhe garantiu 57,7 milhões de votos em outubro passado.

Paulo Guedes apanhou - e bateu

Sozinho no ringue com boa parte dos 66 integrantes da comissão (porque nem gregos, nem troianos e nem baianos o ajudaram...) trincou os dentes e encarou os ataques desferidos principalmente contra o regime de capitalização.

Foi acusado de favorecer os bancos porque eles poderão ser os gestores dos recursos neste regime. O ministro até tentou esclarecer. Esses recursos deverão ser recolhidos pelos trabalhadores para construir suas aposentadorias.

Longe de posar de samambaia, o ministro lembrou que as aposentadorias no Legislativo são espetaculares.

Alguém discorda? Claro que não! As aposentadorias de deputados e senadores e de todo o Judiciário são espetaculares. Como contra a verdade não há argumento, ninguém abriu a boca.

Fiador não deveria ser saco de pancada

Paulo Guedes é o principal ministro do presidente Bolsonaro.

Na contagem regressiva para as eleições, em outubro passado, Guedes, então assessor econômico do candidato, tornou-se fiador do atual governo.

Fiador de governo não pode apanhar duas semanas sem trégua.

Guedes tentou, mas a vaga de articulador está aberta.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

seu dinheiro na sua noite

Expectativa vs. realidade

Quando eu estava na terceira série do ensino médio, o coordenador do curso deu um alerta aos alunos: em geral os estudantes agem como se o vestibular fosse o objetivo final, e quando passam têm aquela sensação de “ah! Nunca mais vou precisar estudar!” Mas é depois do vestibular que a coisa começa a ficar […]

mudança nas estruturas

Acionistas da Cosan aprovam reorganização societária

Com isso, Cosan Logística e Cosa Limited serão incorporadas pela Cosan

FECHAMENTO DA SEMANA

Ano novo, vida velha: Ibovespa recua e dólar sobe mais de 2% com piora do cenário fiscal e avanço da covid-19

Semana foi negativa para os mercados brasileiros mesmo após a aprovação de vacinas e entusiasmo com Biden no exterior

preocupação

Ex-BCs dizem que atraso na vacinação preocupa por pressão fiscal

Carlos Viana disse não ver uma mudança estrutural no processo inflacionário no País, onde, assim como a atual direção do BC, vê como temporário os choques de preços

pandemia

Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac

Diferença da análise do segundo lote para o primeiro está no fato de que o envase e os processos de rotulagem e embalagem ocorrem no Instituto Butantan

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies