Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T12:35:05-03:00
Estadão Conteúdo
Promessa de campanha

Governo quer entregar versão final da previdência na 2ª semana de fevereiro

Fontes do governo afirmaram que cálculos ainda estão sendo feitos e que os detalhes do texto ainda não foram apresentados ao presidente

4 de janeiro de 2019
11:01 - atualizado às 12:35
Fachada de posto de atendimento da Previdência Social
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A equipe do presidente Jair Bolsonaro quer entregar o texto final da reforma da Previdência ao Congresso Nacional na segunda semana de fevereiro, logo após as eleições para presidência das casas legislativas.

Fontes do governo afirmaram que cálculos ainda estão sendo feitos e que os detalhes do texto ainda não foram apresentados ao presidente.

Nessa quinta-feira, 3, Bolsonaro afirmou em entrevista ao SBT defender idade mínima de 62 anos para homens e 57 anos para mulheres.

Após a fala do presidente, representantes do governo explicaram que a ideia é entregar uma reforma viável dentro da legislatura de Bolsonaro. "O que ele disse é que haverá uma tabela ascendente. E que não dá para atingir os 65 anos na legislatura dele", disse uma fonte. Segundo esse interlocutor, se o governo conseguir entregar uma idade mínima de 62 anos já em 2022, entregará um texto "até mais duro do que a transição de Michel Temer permitiria para esse mesmo tempo".

Após as reuniões dessa semana, a equipe bateu o martelo em relação ao uso do texto enviado pelo presidente Michel Temer e que já foi aprovado em comissão na Câmara. As alterações que a equipe de Paulo Guedes achar necessárias serão feitas por meio de emendas aglutinativas. Dessa forma, somente o que já foi sugerido como emenda na comissão especial pode ser alterado no texto que vai ir a plenário.

Sobre a intenção de respeitar a expectativa de vida das diferentes regiões do país na fixação da idade mínima, essa fonte afirma que o governo pretende levar esse dado em consideração mas lembra que, para a população que já atingiu os 60 anos, a expectativa de vida é de pelo menos mais 20 anos. "Para quem já atingiu os 60 anos, não faz diferença fazer essa diferenciação", disse.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CERCO FECHANDO?

Com big techs na mira dos órgãos reguladores, Cade britânico manda Meta, a dona do Facebook, vender a Giphy

A Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido considera que o negócio tem potencial de prejudicar usuários de redes sociais e anunciantes

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro recua com novos temores sobre a covid-19 no mundo e dólar também cai

Os investidores permanecem de olho na votação da PEC dos precatórios na CCJ do Senado, marcada para esta terça-feira (30)

O melhor do Seu Dinheiro

Ômicron de “A” a “Z”, dividendos, balanço da Black Friday e outros destaques

A variante ômicron recebeu este nome para evitar maiores conflitos de linguagem, mas Matheus Spiess vai além da semântica em sua análise

A BOLSA HOJE

Esquenta dos mercados: notícia sobre possível baixa eficácia das vacinas contra ômicron derruba mercados, em dia de discurso de Powell e votação dos precatórios

O investidor local ainda permanece de olho nas falas de Roberto Campos Neto e Paulo Guedes em eventos separados hoje

SÓ NO SAPATINHO

Dividendos: Arezzo (ARZZ3) vai distribuir R$ 60 milhões aos acionistas; veja como participar

Serão R$ 33,78 milhões em JCP e R$ 26,22 milhões em dividendos a serem depositados até 31 de janeiro de 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies