🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Estadão Conteúdo
Estreia do novo governo

Discurso de Bolsonaro em Davos defenderá reformas e pilares do liberalismo de Guedes

Apesar do rascunho do discurso já estar pronto, a versão final só deve sair após uma ajudinha de Paulo Guedes

Estadão Conteúdo
18 de janeiro de 2019
15:42 - atualizado às 10:23
Jair Bolsonaro
Presidente deixará para seu "posto Ipiranga" detalhar as questões econômicas aos investidores internacionais - Imagem: Shutterstock

Ao fazer sua estreia internacional, na semana que vem, no Fórum Econômico Mundial, o presidente Jair Bolsonaro defenderá a aprovação rápida da reforma da Previdência, o ajuste das contas públicas, a autonomia do Banco Central e a abertura da economia brasileira.

O rascunho do discurso, que deve ter meia hora, já está pronto, mas a versão final do texto será discutida nesta sexta, 18, e no fim de semana, com a ajuda do ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente deixará para seu "posto Ipiranga" detalhar as questões econômicas aos investidores internacionais e se limitará a ser mais genérico e político.

À elite financeira mundial, Bolsonaro afirmará que o Brasil quer fazer negócios com todos os países, mas voltará a defender que os parceiros sejam tratados sem "viés ideológico". Também vai dizer que não há tabus para acordos bilaterais, desde que tragam resultados concretos para o País.

Caberá a Paulo Guedes fazer uma apresentação global da reforma da Previdência e defendê-la como essencial para a "oxigenação" da economia brasileira nos próximos anos. Ele dirá que a proposta será voltada não somente para o enfrentamento do problema demográfico de envelhecimento dos brasileiros e equilíbrio das contas públicas, mas também para a modernização do sistema previdenciário e combate aos privilégios.

Guedes teria uma reunião com o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, mas ontem, por conta da paralisação do governo dos EUA, o presidente Donald Trump cancelou a participação da delegação do país.

Depois de fazer um histórico das razões que levaram o Brasil a cair na "armadilha do baixo crescimento", Guedes vai centrar seu discurso no que vem chamando de "terraplenagem" - uma agenda corretiva para colocar a economia no rumo de uma expansão mais rápida e sólida. Essa agenda, dirá o ministro, está sustentada em três pilares: reforma da Previdência, privatizações e concessões e enxugamento e maior eficiência da máquina pública.

Também serão apresentadas metas para os próximos anos, como a de aumentar a corrente de comércio de 22% do PIB para 30% do PIB até 2020 e dobrar, em quatro anos, o porcentual que o País investe em ciência e tecnologia, hoje em 1% do PIB. A redução de impostos também está entre as metas.

Parte da mensagem de Guedes é explicar como está a economia brasileira e reforçar que o governo quer fazer a lição de casa e "igualar o jogo". "Davos será muito importante para a atualização da imagem do Brasil. Vamos deixar a visão de que não apenas estamos dispostos a fazer a lição de casa, mas também a construir uma economia moderna", afirmou uma fonte da equipe econômica que também participará do evento em Davos. "Os investidores vão ouvir a mensagem de que o governo quer tirar o Estado do cangote do brasileiro".

*Com o jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

Criptografia anticorrupção

Blockchain pode reduzir corrupção dos países, afirma Fórum Econômico Mundial

5 de julho de 2021 - 12:15

Esse tipo de armazenamento de informações é mais comum para as criptomoedas, mas elas podem ser utilizadas para outras finalidades

efeito da pandemia

Fórum Econômico Mundial anuncia adiamento da reunião anual de 2021 em Davos

26 de agosto de 2020 - 11:38

A entidade diz que a decisão “não foi fácil”, mas é adotada diante de conselhos de especialistas de que o evento não poderia ocorrer com segurança em janeiro, como tradicionalmente acontece no balneário suíço.

Fórum Econômico Mundial

Em Davos, governo encontra investidores para oferecer projetos, incluindo o 5G

22 de janeiro de 2020 - 12:36

Governo vai apresentar todos os 115 projetos já estruturados ou ainda em fase de estudo que compõem a carteira para 2020 e 2021, que equivalem a R$ 320 bilhões

Fórum econômico mundial

Davos: clima pesa mais para investidor do que trapalhada política no Brasil

22 de janeiro de 2020 - 10:13

No início do segundo semestre do ano passado, os incêndios na Amazônia chamaram a atenção de todo o mundo. E três dos entrevistados ressaltaram a demora do governo em agir

Em busca de investidores

Guedes vai a Davos para ‘vender’ o Brasil

18 de janeiro de 2020 - 10:25

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será a principal autoridade brasileira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

No Fórum Econômico

Guedes dirá em Davos: no primeiro ano, tiramos o Brasil do abismo fiscal

16 de janeiro de 2020 - 20:03

Ministro citou como exemplos de medidas a aprovação da reforma da Previdência e da Lei da Liberdade Econômica

E o Fórum Econômico?

Bolsonaro admite que existe possibilidade de não ir a Davos

6 de janeiro de 2020 - 20:23

Presidente, no entanto, não citou diretamente a crise entre Estados Unidos e Irã como justificativa

O Mercado é soberano

Fiasco em Davos?

27 de janeiro de 2019 - 11:58

Participação de Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial recebeu enxurrada de críticas, mas uma métrica menos subjetiva sugere um resultado diferente

Bem acompanhado

Bolsonaro: viu os pobretões na minha mesa ontem à noite?

24 de janeiro de 2019 - 11:05

Em café da manhã com ministros, Bolsonaro brincou sobre os ‘recursos’ do presidente da Suíça, Ueli Maurer, e o presidente da Apple, Tim Cook

Venezuela

Bolsonaro: Ditaduras não passam o poder de forma pacífica

23 de janeiro de 2019 - 22:38

Em entrevista, presidente diz temer ações da “ditadura Maduro” e também fez um balanço da participação em Davos. Sobre o filho, diz que atingem o “garoto para tentar me atingir”

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar