Menu
2019-04-04T14:12:00-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Fórum Econômico Mundial

Bolsonaro em Davos: Estamos aqui para mostrar que o Brasil mudou

Presidente diz que fará um discurso curto, objetivo e claro nesta terça-feira, com ênfase na retomada da confiança e ampliação das relações comerciais

21 de janeiro de 2019
16:11 - atualizado às 14:12
Jair Bolsonaro em Davos no WEF 2019
Presidente Jair Bolsonaro durante entrevista à imprensa em Davos, Suíça. - Imagem: Alan Santos/PR

Ao chegar em Davos, Suíça, para o Fórum Econômico Mundial, o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que pretende mostrar à elite financeira e empresarial mundial que está tomando medidas para que o mundo restabeleça a confiança no Brasil.

A intenção, ainda de acordo como presidente, é que os negócios voltem a “florescer entre o Brasil e o mundo sem viés ideológico” e que “nós podemos ser um país seguro para investimentos”, especialmente no segmento de agronegócio.

“Estamos aqui para mostrar que o Brasil mudou”, disse Bolsonaro em vídeo postado na sua conta no “Twitter” (veja abaixo).

Perguntado sobre possíveis anúncios de privatizações, o presidente disse que não vai anunciar “particularidades” sobre o tema e que essa agenda está com o “chefe da economia”, o ministro Paulo Guedes, que “vai anunciar no momento que tivermos certeza de que faremos boas privatizações”.

Sobre seu esperado discurso de terça-feira, no que é considerado o palco principal do evento, Bolsonaro falou que sua fala será curta, objetiva e clara, tocando nos pontos de reestabelecimento da confiança e ampliação dos negócios.

Segundo o presidente, o discurso foi feito “e corrigido, por assim dizer”, por vários ministros “para que déssemos o recado mais amplo possível de um novo Brasil que se apresenta com a nossa chegada ao poder”.

Bolsonaro também foi questionado sobre um levante militar na Venezuela contra o governo de Maduro. O presidente disse que havia acabado de chegar e que não tinha sido informado do assunto, mas afirmou que espera que o governo do país mude rapidamente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Indústria em expansão

Brasil vive ‘boom’ de gestoras de recursos

De janeiro a março, Anbima registrou 27 novas gestoras

Pandemia

Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia

Restrição vale também para Reino Unido, Irlanda do Norte e África do Sul

Imposto de renda

Cerca de 12 milhões de pessoas ainda não enviaram declaração

Balanço foi divulgado pela Receita Federal na sexta-feira; prazo termina em 31 de maio

COLUNA DO JOJO

Como Jojo Wachsmann investiria o prêmio de R$ 1,5 milhão de Juliette, campeã do BBB21

CIO da Vitreo conta como alocaria uma carteira diversificada, segura e rentável com o prêmio do maior reality show do Brasil

Vai e vém

Demanda por crédito no Brasil cai 11% em abril, mas sobe 231% em 12 meses

Oscilação do índice medido pela Neurotech é atribuída a sazonalidade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies