Menu
2019-04-04T13:56:11-03:00
Estadão Conteúdo
Repercussão após a fala do presidente

Mourão diz que discurso de Bolsonaro em Davos foi “geral” e que detalhes das reformas só virão no Congresso

Presidente em exercício deixou claro que o detalhamento das propostas deverá ser feito com os parlamentares

22 de janeiro de 2019
18:03 - atualizado às 13:56
hamilton-mourao
Para Mourão, a fala do presidente em Davos foi "excelente e maravilhosa" - Imagem: Shutterstock

Ao comentar o discurso do presidente Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial, em Davos, o presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira, 22, que a fala está de acordo com o que o governo está pensando e que o detalhamento das propostas deverá ser feito com o Congresso.

Em seu discurso, Bolsonaro defendeu a realização de reformas, entre elas a da Previdência, mas não entrou em detalhes sobre as propostas. "Detalhamento, isso é no particular. Lá o cara fala do geral. O detalhamento é quando você vai discutir com o Congresso, aí tem que ser detalhado", afirmou Mourão ao chegar para despachar em seu eu gabinete, no Palácio do Planalto.

O presidente em exercício afirmou ainda que, quando Bolsonaro defendeu a preservação do meio ambiente, ele se referia ao Acordo de Paris. A permanência do Brasil no acordo é motivo de dúvida frente a declarações anteriores do presidente e de outros integrantes no governo. "Às vezes alguns ruídos acontecem, mas a gente não pode fugir da questão ambiental e do clima. O presidente tem plena consciência disso aí, ele deixou claro isso no discurso dele."

Para o vice-presidente, que está no exercício do cargo durante a primeira viagem internacional de Jair Bolsonaro, a fala do presidente em Davos foi "excelente e maravilhosa, de acordo com tudo aquilo estamos pensando e buscando para o nosso País". Os objetivos do governo, de acordo com Mourão, "é que todo brasileiro tenha escola, tenha acesso à saúde, ande na rua com segurança e tenha emprego e renda."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Melou

Carrefour e Couche-Tard anunciam encerramento das negociações

O Couche-Tard e o Carrefour, contudo, destacaram que estenderão as discussões para avaliar “eventuais oportunidades na área de parcerias operacionais”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies