Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-16T20:03:08-03:00
Estadão Conteúdo
No Fórum Econômico

Guedes dirá em Davos: no primeiro ano, tiramos o Brasil do abismo fiscal

Ministro citou como exemplos de medidas a aprovação da reforma da Previdência e da Lei da Liberdade Econômica

16 de janeiro de 2020
20:03
Paulo Guedes
Imagem: Edu Andrade/ASCOM/Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que vai defender no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), as reformas implementadas pelo governo Jair Bolsonaro, responsáveis por tirar o Brasil do "abismo fiscal", segundo ele.

"Do ponto de vista econômico, nós tiramos, no primeiro ano, o Brasil do abismo fiscal, da margem de abismo fiscal que a gente estava", disse Guedes, em entrevista a Fernando Rodrigues, do Poder em Foco, no SBT. O programa será exibido no domingo, 19.

O ministro citou, como exemplos de medidas que melhoraram o quadro das contas públicas e o ambiente de negócios, a aprovação da reforma da Previdência e da Lei da Liberdade Econômica (com o propósito de reduzir a burocracia nas atividades econômicas).

Guedes será o representante brasileiro no Fórum, realizado há quase 50 anos. O encontro reúne líderes mundiais e chefes das maiores empresas do mundo para discutir o aquecimento da economia global. A reunião deste ano acontecerá entre os dias 21 e 24 deste mês.

O ministro foi questionado se o presidente vai fazer falta. "Sempre que um presidente vai e entrega sua mensagem, evidentemente a imagem do país é fortalecida. Agora o presidente está sendo muito exigido", afirmou. O presidente cancelou a ida levando em conta "aspectos econômicos, de segurança e políticos", segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

No encontro do ano passado, Bolsonaro fez um discurso no qual afirmou que gostaria de compatibilizar a preservação ambiental e o avanço econômico.

Ao programa, Guedes disse que neste ano a economia crescerá o dobro do que cresceu antes. Nesta semana, o Ministério da Economia revisou para cima sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. A estimativa para a alta da atividade neste ano passou de 2,32% para 2,40%. Para o ano de 2019, cujo resultado ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a previsão da área econômica de crescimento passou de 0,90% para 1,12%.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Exile on Wall Street

Nos investimentos e na vida, tome cuidado com os atalhos que você quer pegar

Eu estou mergulhado no mercado financeiro há quase 20 anos e não tenho intenção nenhuma de enriquecer rápido. Nas escolhas em que outros desejam velocidade a Empiricus escolhe profundidade

Mercados Hoje

Ibovespa ignora PIB negativo e variante ômicron do coronavírus e sobe mais de 2%; dólar recua

Mesmo com o PIB vindo abaixo do esperado, os investidores buscam recuperar as perdas dos últimos dias

fundos imobiliários

Investimento em FIIs: O que devo saber para escolher os melhores?

Analista dá 5 dicas valiosas para os investidores se darem bem com fundos imobiliários

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em alta, mesmo com PIB do 3º tri mais fraco, puxado por Nova York e dólar avança para R$ 5,70

O resultado do PIB do terceiro trimestre veio abaixo do esperado, mas dentro do intervalo das projeções

Negócio fechado

Empiricus conclui processo de venda das empresas do grupo para o Banco BTG Pactual

O processo marca o início de uma nova fase na trajetória da Empiricus no mercado financeiro, segundo o CEO do grupo, Caio Mesquita

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies