A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

Angela Bittencourt
Blog da Angela
Angela Bittencourt
é jornalista e editora da Empiricus
2019-05-13T11:17:56-03:00
Blog da Angela

Bolsonaro deixa Moro e Guedes em ‘saia justa’

Moro inicia a semana sob inesperada pressão que pode comprometer seriamente sua imagem. O presidente, com sua declaração, sugere que Moro firmou com ele um acordo quando ainda era a figura central da Operação Lava Jato

13 de maio de 2019
10:01 - atualizado às 11:17
O presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça Sergio Moro
O presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça Sergio Moro - Imagem: Alan Santos/PR/Fotos Públicas

O presidente Jair Bolsonaro fez duas declarações impactantes no domingo, em entrevista à Rádio Bandeirantes, e, deliberadamente ou não, botou os dois ministros mais destacados do seu governo - Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Paulo Guedes (Economia) - numa saia justa.

Sobre Sérgio Moro, o presidente declarou, pela primeira vez, que assumiu com o ministro da Justiça o compromisso de indicá-lo para a próxima vaga disponível no Supremo Tribunal Federal (STF). A próxima vaga, pela ordem natural de substituições, será a do ministro Celso de Mello que se aposenta em novembro de 2020.

Sobre Paulo Guedes, Bolsonaro afirmou que já orientou o ministro a corrigir pela inflação a tabela do Imposto de Renda, pelo menos a de 2020, conforme noticiado no fim de semana.

Moro inicia a semana sob inesperada pressão que pode comprometer seriamente sua imagem. O presidente, com sua declaração, sugere que Moro firmou com ele um acordo quando ainda era a figura central da Operação Lava Jato.

Essa condição pode enfraquecer o ministro em negociações com o Congresso sobre o pacote de medidas anticrime. Afinal, o presidente da República praticamente deu um “dead line” para o seu papel de titular da Justiça ao afirmar que será indicado para a vaga do STF que será aberta em um ano e meio.

Quanto ao ministro da Economia, o presidente parece ter antecipado uma decisão que será vista como populista ou imprevidente por parlamentares por estar sinalizando uma redução de receita futura.

As declarações de Bolsonaro podem até não ter maiores consequências, mas não são indolores aos dois principais ministros do seu governo e coincidiram com uma piora global dos mercados em função de novas provocações de Donald Trump contra a China.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

BALANÇO

Taesa (TAEE11) vê lucro líquido cair 19,2% no trimestre e anuncia pagamento milionário de dividendos

10 de agosto de 2022 - 20:47

As empresas do setor energético são conhecidas por encherem os bolsos dos investidores de dividendos. Por isso, o mercado olha com atenção para os números da Transmissora Aliança de Energia Elétrica (TAESA-TAEE11) divulgados nesta quarta-feira (10). Mas o balanço não trouxe boas notícias: a companhia encerrou o segundo trimestre com um lucro líquido de R$ […]

O XERIFE TÁ DE OLHO

Petrobras (PETR4) diz que recebeu ofício da CVM sobre anulação de assembleia que elegerá novo conselho; entenda

10 de agosto de 2022 - 20:22

A solicitação foi formulada pela Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) para suspender AGE da próxima semana

AGORA VAI!

O real digital vem aí: saiba quando os testes vão começar e quanto tempo vai durar

10 de agosto de 2022 - 19:57

Originalmente, o laboratório do real digital estava previsto para começar no fim de março e acabar no final de julho, mas o BC decidiu suspender o cronograma devido à greve dos servidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Inflação americana perde força, Curry dispara e XP decepciona; confira os destaques do dia

10 de agosto de 2022 - 19:14

O indicador de inflação ao consumidor dos EUA ficou estável, contrariando a expectativa de alta, e realimentou a esperança de que o Federal Reserve não deve agir de forma tão dura

MISSÃO CUMPRIDA

Banco do Brasil tem lucro de R$ 7,8 bilhões no 2T22 e cumpre promessa de se equiparar a bancos privados em rentabilidade

10 de agosto de 2022 - 19:12

Lucro do Banco do Brasil aumentou 54,8% em relação ao mesmo período de 2011 e rentabilidade sobre o patrimônio líquido superou a do Bradesco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies